cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    ÁGATA E A TEMPESTADE

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    Pessoas comuns vivendo suas vidas pela metade. Ágata e a Tempestade, como na realidade, sugere que nada é pleno. D'Avanzo descobre ser meio irmão de Torregini, que percebe ter vivido uma vida incompleta, já que até os seus 40 anos foi vítima de uma enorme mentira familiar. Dividido, Torregini não consegue se doar por inteiro nem à mulher, nem ao filho, nem à profissão de arquiteto. Sua esposa é uma psicóloga dividida: de manhã, faz sucesso na TV; à noite, fracassa dentro da própria casa. Ágata, que confessa não saber mais se suas lembranças vêm da vida real ou dos vários livros que leu, entrega-se a um amor dividido, já que o objeto de sua paixão é casado. E mais: o rapaz tem um sósia quase gêmeo, quase clone. E, sem querer estragar o fim do filme, Ágata vai preferir a ficção clonada à realidade dividida. Voltando a D'Avanzo, ele ama sua esposa, mas não consegue ser fiel a ela. Divide-se com outras. A esposa, por sinal, é paraplégica, outra metáfora da divisão.

    Engana-se, porém, quem achar que todas estas tramas carregam o filme com tons dramáticos. Pelo contrário: Ágata e a Tempestade é pintado com cores vivas e alegres (literalmente até, graças a uma direção de arte com sotaque almodovariano), esbanjando bom humor e situações cômicas. O resultado é uma comédia dramática que mistura, com inteligência e singeleza, um punhado de personagens verossímeis, de rápida assimilação e empatia. Indicado a oito David di Donatello (o Oscar italiano), Ágata e a Tempestade tem direção de Silvio Soldini, o mesmo do elogiado Pão e Tulipas.