cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    DEU ZEBRA!

    Por Felippe Toloi
    22/05/2009

    Obviamente, filmes com animais falantes já não são nenhuma novidade. O estilo, que foi se apirmorando após Babe - O Porquinho Atrapalhado (1995), está presente em Deu Zebra!, filme que chega em cartaz às salas brasileiras com atraso, já que as férias escolares se passaram. Independente disso, nesta produção protagonizada por personagens reais, animais falastrões e animação computadorizada não faltam boas risadas e entretenimento até o final.

    Uma forte tempestade faz com que os integrantes de um circo no Estado de Kentucky esqueçam um filhote de zebra para trás. O dócil animal é resgatado pelo fazendeiro e ex-treinador de cavalos de corrida Norman Walsh (Bruce Greenwood), que prontamente lhe oferece de presente para a filha Channing (Hayden Panettiere). Assim, a adolescente fica encantada e trata de nomeá-lo Listrado (Bruno Gagliasso na versão dublada em português).

    Em seus primeiros anos de vida na fazenda Walsh, Listrado enturma-se com os outros animais do local, liderados pelo carrancudo pônei Tucker e pela espirituosa cabra Franny (Cissa Guimarães). Completam a fauna local o divertido e bom de bico pelicano Ganso (Evandro Mesquita), o azarado galo Reggie e o preguiçoso cão de guarda Lightning. Há ainda a participação das desbocadas e escatológicas moscas Buzz (João Gordo) e Scuzz (Mateus Natchtergale). Uma das graças e características de Deu Zebra é justamente essa: observar a personalidade de cada animal e suas proximidades com o comportamento humano.

    A fazenda faz divisa com Dalrymple, lugar onde os cavalos são treinados para competir na Kentucky Open, renomada corrida de cavalos. Listrado, que tem talento nato para ser a mais veloz das zebras, fica fascinado ao ver os eqüinos trotando na pista do hipódromo e decide que é aquilo que ele também quer fazer. Mas, sem ter a menor idéia de que não é um cavalo, fica desmotivado com o preconceito por ser diferente, sempre recebendo piadinhas dos outros cavalos por ser rajado. Mas o experiente Tucker incentiva o esforçado Listrado a superar seus medos e atingir seus objetivos, que também é apoiado por Sandy, égua de bela crina que não esconde sua admiração pela zebrinha.

    Channing é tão ambiciosa quanto Listrado. Seu sonho é ser a grande vitoriosa da Kentucky Open, mas seu pai recusa deixá-la competir por achar extremamente perigoso. Mas a persistente jovem vê na velocidade de Listrado a solução para convencer o pai de que pode se tornar uma vencedora. Mesmo com a inconveniência da desagradável Clara Dalrymple (Wendie Malick), proprietária do jóquei.

    A dublagem é um dos pontos positivos de Deu Zebra!. O elenco escolhido cai como uma luva, principalmente a interpretação de Evandro Mesquita na voz de Ganso. Na versão original, os animais têm vozes de Frank Muniz (da série Malcolm), Dustin Hoffman, Whoopi Goldberg, Joe Pantoliano, Mandy Moore, Snoop Dogg, entre outros.

    A história criada pelo roteirista David Schmidt tem ótimas sacadas, enquanto o diretor Frederik Du Chau conduz o filme de maneira aceitável. Deu Zebra! é uma amável obra para ver com a família e traz valiosas lições morais para as crianças. Como uma daquelas "sessões da tarde" descompromissadas que te prenderia intencionalmente na frente da TV fácil, fácil.