cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    DOMICÍLIO CONJUGAL

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    Continuando com sua política de relançar na tela grande os melhores filmes dirigidos por François Truffaut, o Grupo Estação anuncia para este fim de semana a reestréia em São Paulo de Domicílio Conjugal, comédia dramática produzida em 1970.

    A história fala de Antoine Doinel (Jean Pierre Léaud), um homem simples que trabalha como manobreiro de navios petroleiros. Ele é casado com Christine (Claude Jade), uma professora de música, mas não consegue resistir aos encantos de Kyoto (Hiroko Bergahuer), com quem acaba tendo um caso. A traição é descoberta pela esposa, que abandona Doinel com seu novo amor. Porém, o tempo passa e logo Doinel se arrepende da “troca”. A tentativa de reconquistar a esposa o coloca em situações embaraçosas e constrangedoras, situadas na fina linha que divide o trágico e o cômico.

    Domicílio Conjugal é o quarto filme em que o ator Jean Pierre Léaud interpreta o mesmo personagem, depois de Os Incompreendidos, Beijos Proibidos e Antoine & Colette. Com a fotografia sempre exuberante assinada por Nestor Almendros, Domicílio Conjugal mostra novamente o talento de Truffaut para a observação cínica e satírica dos simples fatos do cotidiano.

    Mesmo para quem já viu o filme na TV, vale a pena revê-lo agora na tela grande e em cópias novas.

    23 de maio de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. celsosabadin@cineclick.com.br