cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    ENTRE FACAS E SEGREDOS

    Por Daniel Reininger
    17/06/2020

    O escritor e diretor Rian Johnson (Star Wars: Os Últimos Jedi homenageia a mente misteriosa de Agatha Christie no filme Entre Facas E Segredos, uma história atual e divertida sobre crime e mistério onde todos são suspeitos. O longa recebeu muitos elogios no Festival de Toronto, foi indicado ao Oscar de roteiro original porque é inteligente: Rian Johnson brinca as convenções do subgênero, inicialmente aderindo a elas, para então tirar sarro de seu formato e depois quebrar as expectativas do público. O resultado é uma mistura de comédia e suspense que funciona.

    E quem não ama um bom mistério, com reviravoltas e absurdos? O filme une o melhor desse mundo e diverte demais com a trama do assassinato do renomado romancista Harlan Thrombey (Christopher Plummer), encontrado morto logo após sua comemoração de 85 anos. 

    Como a trama aqui é outra, o inquisitivo e charmoso detetive Benoit Blanc (Daniel Craig) é recrutado para investigar tanto a família disfuncional de Harlan quanto a sua equipe dedicada. Ele examina uma rede de mentiras para descobrir quem está por trás da morte prematura do famoso escritor. É uma história de mistério espirituosa capaz de manter o público entretido, tentando descobrir quem matou Harlan Thrombey, com direito a risadas, reviravoltas e revelações mirabolantes no ato final.

    O longa está repleto de estrelas, incluindo Chris Evans, Ana De Armas, Jamie Lee Curtis, Don Johnson, Michael Shannon, Toni Collette, LaKeith Stanfield, Katherine Langford e Jaeden Martell e isso ajuda a deixar o longa ainda mais agradável, principalmente porque cada membro do elenco tem chance de brilhar em seu próprio interrogatório. Cada um com seu próprio elemento cômico, enquanto Blanc e a dupla de detetives tenta descobrir os segredos e mentiras da família e o roteiro se diverte às custas dos personagens.

    A trama central despista de forma consciente e confunde o espectador em várias ocasiões, o que não é tarefa fácil em um gênero tão explorado. É algo proposital, exatamente para a revelação final, por mais absurda que seja, fazer sentido e realmente surpreender. Mesmo que você desconfie de alguém, você nunca consegue ter certeza absoluta nesse tipo de narrativa.

    Entretanto, o que realmente diferencia mesmo Entre Facas E Segredos dos outros longas do estilo é seu humor único. O longa não se leva a sério nenhum minuto e isso é simplesmente magnífico e raro. Ele até tenta fazer algumas piadas de cunho social e político relevantes em meio à toda zoeira.

    Existem problemas no longa, claro, um deles exatamente quando essas críticas parecem introduzidas à força no roteiro. Ou quando o personagem de Daniel Craig parece se perder em seu sotaque forçado, criando um detetive caricato demais que passa do ponto muitas vezes.

    No entanto, os pontos positivos se dão por todo o cuidado com os cenários, detalhes, trama, atuações, piadas, ambientação e fotografia, tudo para garantir um senso de mistério, drama e entretenimento.

    Entre Facas e Segredos não tenta ser uma imitação das obras de Agatha Christie ou de Arthur Conan Doyle, mas sim algo genuíno e único que mistura diversos gêneros. Traz elementos desses autores, mas também de Scooby-Doo, Batman, J.K. Rowling e adiciona a capacidade de Rian Johnson de quebrar as expectativas do público. Vale a pena demais assistir.