cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    ESCOLA DE IDIOTAS

    Por Celso Sabadin
    18/05/2007

    Qual sua primeira reação ao ouvir falar de um filme chamado Escola de Idiotas? Baixarias, humor escatológico, produto comercial para adolescente americano retardado? Pois bem, acredite se quiser: Escola de Idiotas não tem nada disso. Claro, ele não vai mudar a vida de ninguém, muito menos ganhar a Palma de Ouro, mas trata-se de um bom divertimento que tem até algumas críticas sociais em seu subtexto, para quem quiser ver.

    Baseado numa comédia inglesa de 1960, Escola de Idiotas mostra que o dia-a-dia do jovem fiscal de trânsito Roger (Jon Heder) não é nada fácil. Sofrendo de ansiedade, lendo pilhas de livros de auto-ajuda e dono de uma profunda baixa auto-estima, o rapaz não tem coragem sequer de se aproximar da vizinha Amanda (Jacinda Barrett, de Poseidon), por quem nutre uma paixão platônica. Ele decide então se matricular num obscuro curso que promete transformar qualquer "perdedor" num "fera". Porém, o professor (o sempre eficiente Billy Bob Thornton) é mau-caráter, o supra-sumo da truculência e adepto da filosofia do "vencer sempre, a qualquer custo".

    Embora o filme tenha suas origens nos textos de um escritor britânico (Stephen Potter, mas isso não consta nos créditos), Escola de Idiotas pode ser visto também como uma grande crítica à própria cultura do "vencedor contra o perdedor", tão presente na sociedade norte-americana, que despreza cruelmente os que chamam de losers (perdedores). Ou seja, uma cultura na qual o ser humano é medido apenas pelo que ele possui e pelo que aparenta, nada mais.

    Por outro lado, quem quiser ver em Escola de Idiotas apenas uma divertida "Sessão da Tarde" também não vai se decepcionar. A boa notícia é que o filme é muito mais inteligente do que seu título sugere; a má é que este mesmo título pode se transformar num suicídio de marketing: quem estiver em busca de uma comédia escatológica estilo irmãos Farrelly vai se decepcionar; quem estiver em busca de uma diversão digna, não vai ver um filme com este nome.