cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    HISTÓRIA DE UM CASAMENTO

    Por Alexandre Dias
    07/01/2020

    A emoção e a razão se chocam constantemente em qualquer relacionamento, especialmente nos amorosos. Por um lado, isso é saudável e natural, por outro eleva ao limite todos os sentimentos dos envolvidos. História De Um Casamento narra esse conflito com brutalidade e sensibilidade por meio da instituição mais ideal da socidade, que se apoia normalmente em uma utopia imagética da felicidade. 

    Um diretor de teatro culto e uma atriz que migrou do blockbuster cinematográfico para peças complexas. A visão social dos dois juntos não poderia ser mais perfeita e condizente, o que torna o divórcio deles - o ponto de partida da trama - intrigante por si só. Porém, o diretor e roteirista Noah Baumbach consegue extrair ao máximo desse conceito ações e reações genuínas, de modo a fazer com que qualquer espectador tenha empatia com a história. Ele percorre assuntos fortes, como a traição, de maneira tão orgânica quanto mostrar o que significa beber uma taça de vinho em uma situação instável.  

    A criação de personagens autênticos é o maior exemplo disso. Em nenhum momento eles passam a impressão de que são pessoas maquiavélicas que escondem planos mirabolantes, ainda que promovam alguma empreitada contra o (a) ex. As explosões de fúria são verossímeis, tanto que na melhor cena do longa, onde há nervos à flor da pele para todos os lados, a conclusão do momento migra - não simplesmente transforma - a emoção retratada. E, obviamente, os atores envolvidos possuem uma parcela gigantesca desse efeito. 

    Adam Driver e Scarlett Johansson estão simplesmente fantásticos. A abertura do filme já nos coloca imediatamente dentro da dinâmica dos dois. Mesmo a fisicalidade de seus gestos e expressões são muito bem pensadas e espontâneas. Outro ponto alto da trama no terceiro ato entrega uma comoção muito fácil de enxergar nas nossas vidas, o oposto do que usualmente vai para o Oscar, que é mais relacionado ao melodrama. Os três advogados coadjuvantes são igualmente bem interpretados por Alan Alda, Ray Liotta e Laura Dern, pois não são caricaturas e sim perfis diferentes desses profissionais. 

    Contudo, não há como não notar que a história pende para o ponto de vista de Charlie (Driver) a partir do segundo ato. Com o objetivo claro de focar no divórcio e, consequentemente, no casal, há uma certa estranheza dentro dessa opção do diretor, que deturpa levemente o conceito do projeto, ainda que não o prejudique. Afinal, assim como na vida, o tempo passa e o rumo de Nicole (Johansson) traz essa sensação abstrata. 

    História De Um Casamento é a personificação do seu próprio título. Os sorrisos bobos, os choros, a raiva, o amor e as memórias carregam os personagens e o espectador em uma avalanche de verossimilhança, não por um realismo planejado, mas pelo curso natural do coração, mente e vida. A estrutura de peça de teatro de Baumbach foi perfeitamente captada pelo elenco e, por fim, a trama expressa exatamente o que ninguém e o que todos conseguem expressar. O cineasta desconstrói um ideal social sem ser conceitual, apostando no aspecto sensorial.