cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    JOGO ENTRE LADRÕES

    Por Celso Sabadin
    13/03/2009

    O que justificaria mais um filme sobre assaltos mirabolantes? Provavelmente um roteiro genial, um elenco estelar, talvez um argumento soberbo ou locações de tirar o fôlego... Pois bem. Nenhum destes elementos está presente em Jogo Entre Ladrões, novo filme da diretora Mimi Leder, um nome muito mais associado a seriados de TV (Plantão Médico, Vanished) do que propriamente à tela grande.

    O roteiro de Ted Humphrey (outro profissional de TV, estreando no cinema) é dos mais convencionais. Um ladrão experiente (Morgan Freeman) fica admirado com a ousadia de um criminoso novato (Antonio Banderas, novato aos 48 anos?) e o seduz com uma proposta milionária: roubar dois ovos Fabergé da famosa coleção Romanov e embolsar US$ 20 milhões. Cada um. Claro que o tesouro está num cofre "intransponível" que vai exigir o máximo de talento, sorte e tecnologia da dupla.

    O problema, porém, é que nada é convincente neste Jogo Entre Ladrões. Os criminosos resolvem seus problemas com enorme facilidade (com poucas credibilidade e tensão), o clima de charme que costuma permear este tipo de filme não existe e os protagonistas não são carismáticos o suficiente para gerar empatia com a platéia. Fica-se o tempo todo com vontade de passar numa locadora e alugar Onze Homens e um Segredo ou Thomas Crown - A Arte do Crime, ou tantos outros, no mesmo gênero, bem melhores do que este.