cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    'Jurassic World: Domínio' foca nos humanos, mas também dá show de tecnologia

    Sequência foca na luta contra a ganância corporativa
    Por Daniel Reininger
    01/06/2022 - Atualizado há 25 dias

    Jurassic World: Domínio foca no que aconteceria se os dinossauros vivessem livres na natureza. É a chance de conhecer um admirável mundo novo que se revela diante dos personagens humanos que, dessa vez, se unem, no melhor estilo Vingadores, da Marvel, para resolverem questões que podem causar o fim do mundo como o conhecemos.

    Esse é um filme que cativa principalmente pela presença de Laura Dern, Sam Neill e Jeff Goldblum de volta à franquia dos dinossauros, além de, claro, nos maravilhar com os lagartos gigantes na tela mais uma vez.

    Trama

    Quatro anos se passaram após a Ilha Nublar ser destruída por um vulcão e agora os dinossauros vivem ao lado dos seres humanos. Com isso, é preciso se adaptar ao novo mundo ao lado das criaturas gigantescas, enquanto empresas continuam buscando lucros com os avanços genéticos conquistados graças aos dinossauros.

    Além disso, quando a jovem clone Maisie Lockwood (Isabella Sermon) é sequestrada por contrabandistas de dinossauros, Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) saem em busca de encontrá-la e resgatá-la. Sua jornada os leva para um habitat de dinossauros operado por uma corporação global, que deu origem a uma praga que saiu de controle e por isso está sendo investigada até por Alan Grant (Sam Neill) e Ellie Sattler (Laura Dern).

    Com 2 horas e 26 minutos de duração, a projeto é o mais longo da franquia para contar uma história dividida inicialmente em três arcos, mas sempre com foco no bem dos dinossauros e na luta contra a ganância das grandes corporações.

    Retorno

    A volta de Laura Dern, Sam Neill e Jeff Goldblum à franquia com papéis relevantes é um dos maiores presentes do filme. Goldblum já havia aparecido em Jurassic World: Reino Ameaçado, segundo filme da nova trilogia. Enquanto Dern e Neil apareceram na franquia pela última vez em Jurassic Park 3.

    A presença de Dern, Goldblum e Neill realmente fez o filme valer ser visto no cinema. Essa reunião de grandes personagens icônicos que são fáceis de se relacionar faz a franquia ganhar muito em carisma, ainda mais porque Chris Pratt e Bryce Dallas Howard nunca realmente conquistaram o público nos papéis de Owen Grady e Claire Dearing respectivamente.

    Vale ver no cinema

    Sem se levar tão a sério e com um roteiro interessante, apesar do ritmo do filme ser um pouco truncado, o longa se destaca mesmo pelas cenas de ação, com ou sem dinossauros. A trilha clássica está de volta em diversos momentos garantindo a nostalgia, mas é a chance de se maravilhar com gigantes lagartos nas telas mais uma vez que realmente vale o ingresso.

    Jurassic World: Domínio fecha a trilogia iniciada em Jurassic World: O Mundo Dos Dinossauros, com ainda mais foco nos humanos e suas questões, diante de um mundo cada vez mais perto do colapso. É um longa que mostra como o novo mundo funciona e coloca, mais uma vez, seus protagonistas em situações adversas diante de uma corporação gananciosa. O mais interessante é que o filme ainda dá espaço para a franquia continuar, se a Universal assim quiser.

    Veja mais