cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    MAIS QUE O ACASO

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    As armadilhas do destino, um dos assuntos favoritos de Hollywood desde que o cinema foi inventado, é o tema principal de Mais Que o Acaso, drama romântico estrelado pela carismática dupla Ben Affleck (Armaggedon) e Gwyneth Paltrow (Shakespeare Apaixonado). Aqui, Ben vive o papel de Buddy, um publicitário que graças às artimanhas do inesperado acaba escapando de um acidente aéreo que lhe seria fatal: momentos antes do embarque ele trocou sua passagem com Tony (Greg Janello), um escritor que acabara de conhecer. Porém, em vez de aliviado e feliz com sua sorte, Buddy entra em depressão, acometido de um inconsolável complexo de culpa. Resolve, então, procurar a viúva de Tony, interpretada por Gwyneth Paltrow. Dizer que os dois se apaixonam não é – de forma alguma – estragar a surpresa do roteiro, principalmente para os cinéfilos que já conhecem de longe as estruturas convencionais das histórias hollywoodianas.

    Embora de narrativa absolutamente tradicional e corriqueira, Mais Que o Acaso tem o grande mérito de não subestimar a inteligência do público. O diretor Don Roos (o mesmo de O Oposto do Sexo) optou desta vez por fórmulas mais seguras e consagradas do cinemão comercial, mas mesmo assim conduz seu filme com segurança e dignidade. Ele não esbarra no melodramático piegas que o tema facilmente poderia proporcionar e consegue extrair boas interpretações de todo o elenco.

    Para quem não se importa de ver um filme até certo ponto previsível, Mais Que o Acaso é uma opção competente e profissional. Mesmo sem ser genial.

    2 de maio de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista e crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Televisão, Canal 21, Band News e Rádio CBN. Às sextas-feiras, é colunista do Cineclick. celsosabadin@cineclick.com.br