cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    MINIONS

    Criaturinhas amarelas esbanjam simpatia em animação solo
    Por Pedro Tritto
    24/06/2015

    Meu Malvado Favorito pode contar a história de Gru, um vilão orgulhoso que tenta roubar a lua, mas quem rouba a cena para valer, tanto no primeiro quanto no segundo filme da franquia, são os simpáticos Minions, aquelas criaturinhas amarelas que ajudam o protagonista em cada um dos seus planos malignos. Por causa da extensa popularidade dos pequeninos com público, era natural que fosse desenvolvido um filme solo desses personagens carismáticos, que falam um dialeto próprio, esquisito, mas que todos entendem.

    E ao contrário de Gato De Botas e Os Pinguins De Madagascar, outros coadjuvantes que se destacam em suas franquias mas que não seguram as pontas em suas aventuras solos, os amarelinhos conseguem novamente esbanjar simpatia e conduzir de maneira divertida e engraçada sua história de origem.

    A trama se passa antes das criaturinhas conhecerem Gru. Aliás, muito antes, já que elas participam da evolução da humanidade, fazendo parte de momentos importantes, como a pré-história, as batalhas de Napoleão Bonaparte, entre outros. Depois de vitimarem vários vilões, os Minions ficam sem rumo e se enfiam em uma espécie de retiro para esperar um novo mestre.

    Tudo começa a mudar quando Kevin, Stuart e Bob se voluntariam para encontrar um novo chefe e trazer de volta a alegria aos seus amigos. Os três partem para uma longa jornada e chegam até Nova York, nos Estados Unidos. Lá, eles descobrem que haverá em Orlando uma conferência secreta de vilões, onde Scarlet Overkill (personagem de Sandra Bullock no original e Adriana Esteves na versão nacional), a mais temida das criminosas, irá se apresentar e eleger um novo funcionário. O fato é que eles são escolhidos para morar com ela e se mudam para Londres. A partir daí, as criaturinhas terão que participar de um plano maligno de Scarlet, que envolve a coroa da Rainha Elizabeth.

    Com passagens divertidas, o longa atinge seu auge quando Kevin, Stuart e Bob chegam a Inglaterra, afinal, as referências que o longa traz sobre a cultura britânica a partir desse momento são bem sacadas e engraçadas. Quem for fã das bandas Rolling Stones, The Doors e, principalmente The Beatles, além de escutar grandes hinos do Rock, terão um prato cheio de diversão. Destaque para a cena em que o trio aparece na rua onde o quarteto de Liverpool tirou a tradicional foto do disco Abbey Road.

    Mesmo com grandes acertos, o filme traz aquela sensação de faltar algo. E é aí que ele perde o fôlego. A verdade é que Minions e Gru fazem uma ótima combinação em Meu Malvado Favorito e Meu Malvado Favorito 2 e não tem como sentir a ausência dessa parceria nos momentos capitais desse novo longa.

    Em Meu Malvado Favorito, por exemplo, enquanto torcemos para que os planos do protagonista deem certo, as criaturinhas simpáticas sempre surgem como um alívio cômico para a trama, trazendo boas piadas em seu dialeto característico. A verdade é que essa combinação entre os dois é um dos maiores destaques da franquia e, infelizmente, Scarlet Overkill está longe de ser uma substituta para Gru com sua personalidade tempestiva. No entanto, é inegável que ela tem seus bons momentos durante a trama.

    Claro que esses pontos não comprometem a diversão que o longa proporciona. De qualquer forma, Minions, com suas boas tiradas e uma trama leve e divertida, é cativante do início ao fim e cumpre com sua proposta de bom entretenimento, principalmente para aqueles que esperam encontrar no filme "BA-NA-NA!".