cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    MOLOCH - EVA BRAUN E ADOLF HITLER NA INTIMIDADE

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    A cena inicial é um delírio. Em clima de sonho, uma mulher misteriosa dança pelos beirais de um castelo situado no alto de uma montanha. Frágil, ela parece que pode despencar a qualquer momento. Uma neblina mística e uma coloração azulada invadem a tela. Vai demorar alguns minutos para que o público perceba finalmente que está vendo um filme que tem o nazismo como pano de fundo.

    Moloch, que aqui no Brasil recebe o subtítulo de Eva Braun e Adolf Hitler na Intimidade, mostra o famoso casal em seu refúgio nas montanhas da Bavária, durante a Segunda Guerra Mundial. Em clima de descontração, Eva (Elena Rufanova) e Hitler (Leonid Mozgovoy) recebem no castelo a visita do poderoso Joseph Goebbels (Leoniod Sokol), ministro da propaganda do Reich. Mas, ao contrário do que se poderia supor, o tema do encontro não será a Guerra, já que Eva não suporta mais a obsessão bélica do amante.

    De narrativa lenta e introspectiva, Moloch é um filme produzido por uma verdadeira força multinacional que uniu Alemanha, Rússia, Japão, Itália e França, ou seja, países que foram inimigos entre si na época do conflito. Não é, seguramente, uma opção para quem curte o cinema apenas como lazer e entretenimento, mas sim um filme muito mais direcionado ao circuito artístico.

    Dirigido pelo russo Aleksandr Sokurov, Moloch participou da mostra competitiva do Festival de Cannes, onde ganhou o prêmio de roteiro.

    Para ver com muita boa vontade e concentração.

    5 de março de 2001
    ____________________________________________
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. celsosabadin@cineclick.com.br