cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    MONSTER - DESEJO ASSASSINO

    Por Angélica Bito
    22/05/2009

    A câmera se aproxima do rosto de uma mulher. É inchado, manchado, cheio de olheiras. Sentada sob um viaduto, ela observa o trânsito em uma rodovia expressa enquanto segura um revólver. Se os créditos e toda a mídia não avisassem, seria impossível descobrir que a protagonista de Monster - Desejo Assassino é a belíssima Charlize Theron (Doce Novembro). Mas o filme que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz não é somente uma vitrine para Charlize mostrar ser mais do que um rostinho bonito: Monster - Desejo Assassino cumpre bem o papel de ser pesado, violento e incomodar o espectador.

    Dirigindo um longa-metragem pela primeira vez, a diretora Patty Jenkins baseou-se na história real de Aileen Wuornos (Charlize). Uma garota desprezada desde pequena que, para chamar a atenção, começa a vender sua nudez por uns trocados. A nudez logo se transforma em sexo oral e Aileen vira uma prostituta de beira de estrada. É neste momento que conhecer Selby Wall (Christina Ricci) em um bar, uma garota baixinha com cara de assustada que produz uma reviravolta em sua vida. Aileen encara a responsabilidade de cuidar da amante, que abandona o conforto da casa dos pais para viver em quartos de hotéis baratos ao seu lado. Mas esta nova fase revela também um novo lado de sua personalidade: o assassino.

    Monster - Desejo Assassino é um filme feminino, mas não como As Horas (2002), por exemplo. Aqui, os homens fazem papéis de traidores, estupradores, fracos - vítimas em potencial da fúria "antimacho" que toma conta da assassina em questão. O filme mostra com crueldade o mundo visto pelos olhos cheios de olheiras de Aileen, no qual os homens não servem para muitas coisas.

    Mais do que uma boa maquiagem, Charlize Theron ostenta uma atuação com a carga dramática necessária: nem muito fria, nem muito exagerada. E o que contribui para isso é a química entre as duas protagonistas. Claro que a história de Monster - Desejo Assassino é boa. Afinal, nada melhor do que as bizarrices e crueldades da nossa própria realidade para inspirar Hollywood. No entanto, a verdadeira alma desta produção está na performance da dupla protagonista.