cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Nicolas Cage abraça memes em filme hilário e nostálgico

    Ator interpreta a si mesmo em nova estreia do cinema
    Por Renata Moniz
    11/05/2022 - Atualizado há 15 dias

    O Peso do Talento é exatamente aquilo que promete ser: uma sátira sobre a carreira de Nicolas Cage. Os fãs do veterano de Hollywood vão se sentir abraçados com o blockbuster, mas isso está longe de ser uma restrição para que o grande público possa compreender a obra.

    Apesar de brincar com a trajetória do ator, repleto de referências, piadas, cenas e diálogos memoráveis de seus filmes antigos, o roteiro de Kevin Etten e Tom Gormican entrega uma história que é abrangente para todos os públicos. Afinal, a premissa do filme promete uma grande identificação com o espectador: quem nunca passou por uma crise pessoal e já recorreu a alternativas mirabolantes para sair de uma enrascada?

    Veja mais

    Trama

    No filme, Nicolas Cage interpreta ele mesmo, vivendo uma fase onde o ator está sofrendo com problemas profissionais, pessoais e familiares. Frente a falta de grandes papéis Hollywoodianos, dos desentendimentos com a ex-mulher e a filha, e dos endividamentos que o ator se encontrava, ele decide escutar o seu agente e mudar a situação em que estava.

    Cage recebe um convite inusitado de Javi, um fã excêntrico interpretado de forma carismática e divertida por Pedro Pascal, para participar de uma festa de aniversário por nada mais, nada menos, do que um milhão de dólares. 

    Pedro Pascal e Nicolas Cage em 'O Peso do Talento'Divulgação

    Após algumas cenas nostálgicas, onde Cage reencontra sua versão vinte anos mais nova (como uma voz do subconsciente) que alimenta suas angústias atuais, reafirmando suas inseguranças de que seu talento estava sendo injustiçado na indústria, Nick decide aceitar a oportunidade imposta pelo fã. Mas o que ele ainda não sabia é que Javi é procurado pela CIA, por ter envolvimento com um cartel mexicano. 

    A partir do momento que Cage aceita o convite, a agência de inteligência americana decide recrutá-lo para a missão de deter Javi.

    Pedro Pascal e Nicolas Cage em 'O Peso do Talento'Divulgação

    Veja também

    Vale ver?

    A premissa central do filme (da figura que interpreta a si mesmo) não é exatamente algo inédito. Afinal, vinte anos atrás já aparecia Quero ser John Malkovich de Spike Jonze para popularizar o formato, mas diferente do clássico dos anos 90, a ideia do filme é outro caminho.

    Em O Peso do Talento, Tom Gormican e Nicolas Cage realizam um ótimo trabalho ao trazer um filme que sabe fazer referência a si próprio de uma maneira extremamente bem humorada. Para além disso, o filme também é muito sagaz ao trazer várias brincadeiras e provocações aos moldes da indústria de Hollywood. 

    Nicolas Cage em 'O Peso do Talento'Divulgação

    Outro ponto que merece destaque é a capacidade com que Nicolas Cage teve de abraçar os estigmas que cercam a sua carreira. Tendo ficado extremamente marcado pelas caretas, gritos, ênfases em palavras no meio de seus diálogos, gestos expressivos e pelos inúmeros memes, Cage não teve medo de enfrentar isso e celebrar sua carreira junto aos fãs.

    Assista

    O Peso do Talento é um filme feito para os fãs do Nicolas Cage. Entretanto, sua trama é tão divertida e traz angústias tão universais, que por fim, acaba extrapolando seu público-alvo original, sendo bem convidativo até para aqueles que não conhecem ou sabem pouco do ator. Impossível sair dessa sessão sem dar boas gargalhadas! 

    Veja também