cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    O AVIADOR (2004)

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    Se eu fosse apostar no Oscar, colocaria minhas fichas no filme O Aviador. Não, não foi o que eu mais gostei (meu preferido é Em Busca da Terra do Nunca), mas o trabalho de Scorsese é, sem dúvida, aquele que mais tem a chamada "cara" de Oscar. Grandioso, eloqüente e épico, O Aviador traz todas aquelas características típicas que a Academia de Hollywood prefere premiar. Entre elas, a grande duração (já repararam como é muito difícil um filme com menos de duas horas levar os prêmios principais?), a produção esmerada (se for de época, então), um personagem sofrido, muita riqueza na direção de arte, narrativa clássica sem grandes inventividades e, claro, nada que possa chocar o público médio com muita intensidade. Neste sentido, considero O Aviador o franco favorito. E com o chamado plus: tudo se passa nos bastidores da própria produção cinematográfica. E Holywood adora se auto-reverenciar (e referenciar também).

    Gostei bastante de O Aviador. A direção sempre eficiente de Scorsese não deixa o espectador olhar no relógio pra ver quanto tempo ainda falta para acabar o filme. Ela envolve, constrói com firmeza os personagens (que não são poucos), extrai mais uma convincente interpretação de Leonardo Di Caprio e - vez por outra- brinda o público com um chacoalhante momento cinematográfico de impacto, como é o caso do acidente de avião. Sua câmera leve traça panorâmicas fluídas sobre sets e personagens, como que num vôo visual rasante absolutamente coerente com o tema enfocado. Scorsese segue - sem esconder - a linha das grandes biografias clássicas do cinema, no melhor estilo Cidadão Kane, e realiza mais um filme digno de sua extensa biografia. Não é profundo, e nem se propõe a isso, mas é um trabalho que não decepciona quem vai ao cinema em busca de algumas horas de entretenimento de qualidade. E o que o Oscar busca premiar, se não o entretenimento de qualidade?