cineclick-logo
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • Fale Conosco|Política de Privacidade
    © 2010-2020 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    O MELHOR AMIGO DA NOIVA

    Por Celso Sabadin
    16/05/2008
    4/10

    O MELHOR AMIGO DA NOIVA

    10
    Comédia

    Cada vez mais, as distribuidoras de filmes - tanto as brasileiras como as internacionais - parecem não ligar a mínima para um dos elementos mais agradáveis do cinema: a surpresa. Além de trailers que fazem questão de contar a trama inteirinha, do começo ao fim, vez por outra surgem alguns títulos que parecem piada de português. Como aquela que diz que Psicose em Portugal se chamou O Filho que Era Mãe.

    O fato do protagonista do filme O Melhor Amigo da Noiva, por exemplo, se transformar em, digamos, no melhor amigo da noiva, é algo que a trama guarda para ser revelado apenas aos 30 minutos de filme. Isto é, dentro das tradicionais fórmulas matemáticas dos roteiros americanos, esta era para ser a primeira "virada" da história. Não é mais: já está tudo esclarecido no título em português.

    Tudo bem que Made of Honor, o título original, é um trocadilho difícil de traduzir (veja o filme e descubra), mas, convenhamos, isso já não é problema do público. Na linha da comédia romântica açucarada, O Melhor Amigo da Noiva fala de Tom (Patrick Dempsey, de Encantada) e Hannah (Michelle Monaghan, de Missão: Impossível M:i:III), grandes amigos já há mais de dez anos, perfeitos um para o outro, mas que nunca arriscaram namorar para não estragar a amizade. Alguém se lembra de Harry & Sally - Feitos um Para o Outro? O Casamento do Meu Melhor Amigo? Pois bem. Nada se cria, nada se perde. Até o dia em que Hannah precisa viajar por algumas semanas e Tom, sozinho, se percebe totalmente apaixonado por ela.

    O resto é de uma previsibilidade espantosa, ainda mais com um título como este. Incluindo as mais manjadas e repetidas locações de Nova York. Tal previsibilidade, porém, não chega a ser um grande problema do filme, já que este tipo de comédia romântica prefere mesmo não trabalhar com grandes surpresas para o público, que prefere o certo ao inesperado. Os maiores pecados de O Melhor Amigo da Noiva se concentram em dois itens que jamais podem falhar neste gênero: falta de diálogos divertidos e falta de química entre os atores. Michelle Monaghan e Patrick Dempsey estão a anos-luz de Cameron Diaz, Julia Roberts, Billy Cristal ou Meg Ryan em seus melhores dias. O resto seria perdoável, mas diálogos e astros sem sal se configuram num verdadeiro desastre quando o assunto é comédia romântica.

    E, infelizmente, o desastre aconteceu.