cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    O SEGREDO DE BROKEBACK MOUNTAIN

    De natureza homossexual, o sentimento que transborda na tela é universal, independente do sexo ou da orientação sexual.
    Por Angélica Bito
    03/02/2021 - Atualizado há cerca de 1 mês

    É fato que o amor homossexual é, hoje, melhor aceito pela sociedade. Está aí um dos motivos da realização de O Segredo de Brokeback Mountain. Bela e sincera, essa história de amor nunca seria realizada no cinema há vinte anos. Sorte a nossa que isso mudou. Na tela, o resultado é uma legítima história de amor. E ponto final, simples e sincera como deve ser.

    Se hoje em dia o relacionamento entre dois homens é comum, na década de 60 as coisas não eram assim. É nessa época quando Ennis Del Mar (Heath Ledger) e Jack Twist (Jake Gyllenhaal) se conhecem, no Estado norte-americano de Wyoming. Eles trabalham juntos durante o inverno: sua função é cuidar de milhares de ovelhas que ficam na montanha Brokeback. Isolados pelo frio e pela geografia do local, eles começam um romance que dura o resto de duas vidas. Ao mesmo tempo em que casam e têm filhos, os dois companheiros se encontram em segredo.

    O Segredo de Brokeback Mountain mostra de forma bastante sensível a luta que eles travam contra si mesmos a fim de escapar desse sentimento, extremamente condenado na época. Por isso, o romance é permeado de violência, paixão e relutância. Mas tudo mostrado de forma muito sincera, e esse é o grande trunfo do filme, graças, especialmente, à atuação de Heath Ledger e Jake Gyllenhaal. Os dois jovens galãs mostram-se ao mesmo tempo relutantes e envolvidos pelo que acontece entre os personagens. Essa dicotomia nas atitudes é essencial para que o espectador entenda a culpa que sentem, sempre permeada pela paixão, o amor e o carinho que existe entre os dois caubóis. A fotografia é outro destaque de O Segredo de Brokeback Mountain ao conseguir valorizar muito bem os cenários montanhosos do filme.

    Ganhador de diversos prêmios tanto de crítica quanto de público, O Segredo de Brokeback Mountain desponta como um dos grandes destaques nos cinemas em 2006. Pela leveza como Ang Lee aborda esse romance tão difícil - baseado em conto escrito por E. Annie Proulx -, o filme mostra de forma sincera essa história de amor. De natureza homossexual, o sentimento que transborda na tela é universal, independente do sexo ou da orientação sexual.