cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    PETS - A VIDA SECRETA DOS BICHOS

    Longa abre mão de explorar premissa genial
    Por Daniel Reininger
    22/08/2016

    Pets - A Vida Secreta Dos Bichos tem uma premissa genial: mostrar a vida dos animais de estimação enquanto os donos estão fora de casa, algo que qualquer pessoa já imaginou (e fantasiou) mais de uma vez como seria. Infelizmente, o longa abre mão muito rápido de explorar essa trama como deveria e prefere criar uma aventura genérica, sem o carisma esperado para uma animação com essa temática.

    É claro que o filme, como a maioria das animações, ainda é capaz de divertir e essa preguiça narrativa não deve se tornar um problema para crianças e o público geral, afinal, o longa possui alguns charmes, como seu mundo colorido, boas tiradas e cenas de ação interessantes, mas ver uma oportunidade tão boa desperdiçada é triste.

    Dirigido por Chris Renaud (Meu Malvado Favorito), A Vida Secreta Dos Bichos acompanha a história de um terrier chamado Max e seu drama quando Katie, sua dona, arruma outro cachorro para viver com eles, o enorme Duke. Os dois começam uma batalha por dominância na casa, mas a disputa entre os dois os coloca em diversas confusões com a carrocinha e uma gangue de animais que jura lutar contra a opressão humana.

    É aí que o longa perde sua chance de brilhar. Ao invés de criar situações interessantes com os bichinhos deixados em casa, o roteiro prefere jogar os personagens em uma aventura padrão, com vilões caricatos, lutas tensas, fugas em alta velocidade e muitas outras situações comuns em filmes do gênero, mas nada a ver com a temática proposta.

    Não é questão de realismo, Ratatouille consegue se manter na temática sem ser realista, por exemplo, mas sim de focar a premissa proposta e não partir para uma trama que poderia ser feita com qualquer outro grupo de personagens. Nesse ponto, Zootopia - Essa Cidade É O Bicho consegue um resultado melhor, já que se propõe a ser uma história noir de investigação para crianças e cumpre essa expectativa até o fim.

    Embora o ritmo frenético da narrativa de Pets sirva apenas para manter as coisas em movimento escondendo suas falhas, focando em duas tramas paralelas, o longa, de fato, melhora quando acompanha a cadelinha Gigi e sua tentativa de reunir um grupo de bichinhos variados para resgatar Max e Duke. E como a obra é colorida e os personagens vão crescendo na trama, fica fácil terminar de ver a animação com uma opinião positiva; é aí que famílias inteiras serão conquistadas pela obra.

    Pets não é criativo e nem cumpre a expectativa de sua premissa, mas possui bons momentos e belas imagens, especialmente, nas poucas cenas em que tenta, de fato, mostrar como seria a vida dos bichinhos sem os donos em casa. Exatamente por não saber explorar seu maior trunfo, a obra vai acabar sendo esquecida pouco depois da sessão terminar.