cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    RAMPAGE - DESTRUIÇÃO TOTAL

    O filme agrada aqueles que adoram se divertir com cenas utópicas e muitos efeitos visuais.
    Por Thamires Viana
    18/02/2021 - Atualizado há 8 meses
    The Rock em Rampage: Destruição Total

    O querido Dwayne Johnson estrela Rampage - Destruição Total, longa baseado no jogo Rampage, que foi um dos mais populares dos anos 80. Com direção de Brad Peyton, que já se juntou a The Rock em Viagem 2: A Ilha Misteriosa e Terremoto: A Falha De San Andreas, o longa parece se importar apenas com a questão visual e estética para fazer o espectador "viajar" na poltrona.

    A trama começa nos apresentando o primatologista Davis Okoye, personagem de Johnson, um homem recluso e extremamente dedicado aos animais, principalmente a George, um primata albino que apesar de feroz, responde aos comandos de Okoye e se comunica por sinais. Quando um experimento genético cai do espaço e atinge diferentes regiões dos EUA, três animais, incluindo George, um lobo e um jacaré, se transformam em monstros dispostos a destruir tudo o que encontrarem.

    Com desastres além da conta e muito, mas muito CGI, o filme se torna um grande quebra-cabeça quando nos faz crer que o personagem de Jonhson poderá impedir as três enormes criaturas mutantes de acabarem com cidades americanas. Para se ter uma ideia, o lobo atingido pelo experimento tem 9 metros de altura, dentes do tamanho de The Rock e ainda por cima consegue voar! 

    Por se tratar de um filme visual - e isso é o grande acerto - o roteiro tem falhas difíceis de engolir. A história não se desenvolve como poderia. Trazer um jogo de video-game para as telas dá ao roteirista e ao diretor a oportunidade de brincar com o enredo e inserir elementos próprios para fazer o longa ser mais do que apenas mostrar o jogo em uma tela de cinema.

    A Drª Kate Caldwell, vivida por Naomie Harris, é funcionária da empresa responsável pelo experimento e que sabe como curar os animais. Porém, mesmo sendo muito importante para a trama, a personagem não tem a profundidade necessária para assumir esse papel de destaque, assim como Nelson, interpretado por P.J. Byrne, que é o melhor amigo de Davis, e que apesar de divertido, não é nem lembrado depois que tudo começa a desabar!

    A grande surpresa está nas mãos de Jeffrey Dean Morgan que dá vida ao vilão Russell. Com ar caipira, divertido e cheio de frases feitas, ele nos dá um dos melhores momentos de Rampage - Destruição Total, e ainda traz algumas referências, mesmo que sutis, a Negan, seu icônico personagem na série The Walking Dead

    Mesmo com falhas e pouquíssimo foco em roteiro, o filme poderá agradar aqueles que adoram se divertir com cenas utópicas e muitos efeitos visuais, cumprindo aquilo que promete. Certamente a equipe responsável pela criação se esforçou ao máximo para trazer com precisão a origem do jogo, onde os animais escalam arranha-céus, helicópteros são capturados no ar e sempre, sempre mesmo, há uma arma disponível para o protagonista usar quando a coisa fica perigosa!