cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    SHOW BAR

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    Não é muito ético alterar o título de um filme em português, tentando confundi-lo com um similar de melhor qualidade. Lembram-se, por exemplo, de quantos títulos “Fatais” apareceram depois do sucesso de Atração Fatal? Não é ético, mas é comercialmente compreensível.
    Porém, o que devemos esperar de um filme cujo título em português foi alterado para tentar fazer uma ligação com o péssimo Showgirls? Difícil, não? Pois assim é Show Bar (no original Coyote Ugly), longa metragem de estréia de David McNally.

    A história tem um forte sabor de “já vi este filme antes”: garota do interior vai à cidade grande tentar fazer carreira no showbiz. Acaba trabalhando no bar Coyote Ugly, uma casa bem animada onde as garçonetes, além de servir as mesas, também realizam performances enquanto preparam os drinques de seus clientes. Bem no estilo de Coquetel, com Tom Cruise.

    Fora Maria Bello (que atuou em O Troco, com Mel Gibson), e John Goodman (que faz uma participação como o pai da heroína), todo o elenco do filme é composto por novatos, estreantes e/ou desconhecidos. Fica clara a intenção do famoso produtor Jerry Bruckheimer (o mesmo de Armaggedon) em escolher o elenco feminino muito mais pelos dotes plásticos e físicos que propriamente pelo talento interpretativo.

    Não espere demais. A intenção de Show Bar é clara: misturar música, dança e mulheres bonitas para encantar o público adolescente e tentar criar um novo Flashdance. Só .

    11 de setembro de 2000
    ------------------------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21 e colunista do Cineclick às sextas-feiras. celsosabadin@cineclick.com.br