cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    SOLTANDO OS CACHORROS

    Por Felippe Toloi
    22/05/2009

    Uma simples comédia com animais ainda pode render bons frutos? É o que a Walt Disney tenta provar em Soltando os Cachorros. E quase fracassa. Para assumir esta responsabilidade, foi escolhido Tim Allen – ator que dá vida ao boneco Buzz em Toy Story - como intérprete de Dave, um ranzinza aspirante a promotor publico envolvido no caso de ecologista acusado de incendiar um laboratório que promove experiências biológicas ilegalmente em animais.

    Um desses animais é Shaggy, simpático coolie de 300 anos (sim, é isso mesmo) que, ao ser levado coincidentemente para a casa do advogado que odeia cães, acaba mordendo nosso protagonista e infectando-o com as mudanças genéticas provocadas pelo laboratório. Por ironia do destino, Dave gradativamente vai sentindo os efeitos caninos em seu organismo. Involuntariamente, ele passa a lamber, farejar, abanar o rabo, urinar com a perna levantada, e literalmente, transformar-se num cão. A situação passa a ficar mais constrangedora - para o advogado, claro – quando envolve perseguições a gatos, corridas para busca de galhos, rosnadas para as testemunhas do tribunal, etc.

    A intenção em Soltando os Cachorros é apresentar uma comédia familiar pura e de bons valores, como se percebe nos momentos em que Dave, encarnado no collie, vê que sua família não está nada satisfeita com sua ausência e seu comportamento, principalmente a esposa, Rebecca (Kirstin Davis). Nessas cenas, o resultado do diretor Brian Robbins é ora visto com bons olhos, ora visto de maneira sofrível.

    Não consegui encontrar graça nas bizarrices realizadas com os tais experimentos do laboratório, como uma cobra com cauda de cachorro, um macaco que late e um sapo com cabeça de boi. No entanto, Tim Allen consegue segurar a condição de protagonista de maneira divertida, além de ter dois atores consagrados, Danny Glover e Robert Downey Jr., como um excelente elenco de apoio.

    Mas, se a intenção era lucrar com esta refilmagem – a terceira desde que surgiu a original, em 1959 -, os produtores de Soltando os Cachorros não conseguiram atingir um público-alvo. Isso porque, se analisado sob a visão do público infantil, torna-se maçante. Na visão do público adulto, é tão inofensivo quanto um sheep dog.