cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    STARSKY & HUTCH - JUSTIÇA EM DOBRO

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    Já faz anos que o cinema americano descobriu que os seriados de televisão que fizeram sucesso nos anos 60 e 70 poderiam render interessantes adaptações para a tela grande. Foi assim com Perdidos no Espaço, Swat, As Panteras, James West, etc. Agora, chegou a vez de Starsky & Hutch - Justiça em Dobro (produzido na TV pela dupla Spelling-Goldeberg entre 1975 e 79) chegar ao cinema. Mas com um grande diferencial em relação aos seus antecessores: os produtores decidiram manter a ação nos coloridos anos 70, e transformar o filme numa comédia assumida. Sábias decisões! Mais um filme convencional sobre uma dupla de policiais diferentes entre si, mas muito amigos, seria no mínimo uma aborrecida redundânica. E ambientar a ação nos anos 70 é praticamente metade do charme do filme. Outra boa escolha: o elenco. Aproveitar a química que Ben Stiller (no papel de Starsky) e Owen Wilson (Hutch) já haviam destilado em comédias anteriores (Zoolander, Entrando Numa Fria...) contribuiu muito para o bom pique o filme oferece.

    A história é o que menos importa: a dupla de justiceiros vai tentar desbaratar uma quadrilha que conseguiu desenvolver uma nova espécie de cocaína que os cães farejadores da polícia não conseguem detectar. Poderia ser qualquer outra trama. O divertido mesmo é curtir as brincadeiras e referências que o diretor Todd Phillips (de Dias Incríveis, que no Brasil saiu direto em vídeo) faz com os anos 70. Roupas, ambientações, direção de arte e até movimentos de câmera típicos daquela época são (bem) explorados em Starsky & Hutch. A referência ao clássico Easy Rider - Sem Destino é impagável.

    A homenagem ao antigo seriado é tão explícita que abre espaço para uma rápida participação especial de Paul Michael Glaser e David Soul, os heróis originais. Como não poderia deixar de ser, o filme resgata até o Ford Grand Torino original, vermelho, com uma ostensiva faixa branca, que virou marca registrada da série. Aliás, mais de dez carros idênticos foram utilzados na produção, e sete deles foram destruídos ou levemente acidentados.

    Quem gostou deste novo Starsky & Hutch que se prepare: A Feiticeira, O Homem de Seis Milhões de Dólares e Jeannie é um Gênio - versão tela grande - também vêm aí.