cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    TODO MUNDO EM PÂNICO

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    Quando Cameron Diaz passou esperma no cabelo ao invés de gel, numa das cenas mais comentadas de Quem Vai Ficar com Mary?, muita gente pensou: “Pronto! Chegamos ao ponto máximo da baixaria”. Grande engano. Depois de Todo Mundo em Pânico, que estréia neste final de semana com grande campanha publicitária em todo o Brasil, Quem Vai Ficar com Mary? ficou com jeito de brincadeirinha de criança. O filme é simplesmente a maior concentração de piadas de mau gosto por minuto (talvez por segundo) jamais vista em toda a história do cinema.

    A premissa básica até que é muito bem-vinda: satirizar os modernos filmes de terror adolescente. Porém, quem espera uma sátira divertida, inteligente ou surreal (do tipo Apertem os Cintos O Piloto Sumiu, ou Corra Que a Polícia Vem Aí), pode esquecer. Todo Mundo em Pânico é mau gosto em cima de escatologia, é baixaria em cima de porcaria. Uma sucessão de gags direcionadas para aquele público pré-adolescente que aprendeu a falar palavrão e acha isso o máximo. Só para dar uma idéia, esqueça o punhadinho de esperma que Cameron passou no topete e substitua-o por uma enxurrada...
    História? Trama? Roteiro? Boas piadas? Desista!

    A qualidade do filme é inversamente proporcional à sua bilheteria: só nos EUA, Todo Mundo em Pânico faturou impressionantes US$ 160 milhões (custou 19 milhões), engordando significativamente a conta bancária dos irmãos Wayans: Keennen Ivory (o diretor) e os roteiristas Shawn (que também faz o papel de Ray, garotão gay) e Marlon (que ainda vive Shorty, o personagem “doidão”).
    Nem é preciso dizer que a continuação de Todo Mundo em Pânico já está prometida para maio do ano que vem.

    04 de outubro de 2000
    --------------------------------------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico de cinema da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão e do Canal 21. Às sextas-feiras é colunista do Cineclick. celsosabadin@cineclick.com.br