cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    TOP MODELS - UM CONTO DE FADAS BRASILEIRO

    Com depoimentos de grandes modelos como Gisele Bündchen, filme fala dos desafios da profissão<br />
    Por Celso Sabadin
    14/06/2011

    Quem reclamava que o cinema brasileiro só mostrava gente feia e pobre, agora não tem mais do que se queixar. Depois de Um Lugar ao Sol, recentemente estreado, agora é a vez de Top Models – Um Conto de Fadas Brasileiro chegar ao circuito. Mas as comparações param por aí.

    Top Models é um projeto de Paulo Borges, criador do São Paulo Fashion Week, com direção de Richard Luiz, especializado em documentação cinematográfica de moda. Por meio de entrevistas e cenas de desfiles realizados dentro e fora do Brasil (Rio, São Paulo, Paris, Tóquio, Londres e Milão), o filme aborda o início da carreira de várias tops, seus erros e acertos, seus estilos, a concorrência internacional, preconceitos, a realização profissional, os planos. Algumas lamentam a adolescência perdida, ou mesmo a truculência de determinados profissionais no trato com as meninas. Fala-se de anorexia, disciplina, do apetite voraz de um mercado que pede “caras novas” a todo instante. Um mercado cruel que pode considerar ”velha” uma modelo que “já” trabalha há dois anos.

    Mas, mesmo assim, nota-se claramente que o filme traz um certo ar “oficial”, uma visão talvez um pouco otimista demais do mundo das modelos e manequins do Brasil. Claro, as dificuldades são citadas, alguns momentos difíceis são relatados, mas nada que arranhe o glamour da profissão. É uma opção do filme, ou um “recorte”, para usar a palavrinha da moda: não há depoimentos sobre histórias que não deram certo. Apenas belas e bem sucedidas modelos brasileiras. Com direito a Shirley Mallman, Gisele Bündchen, Fernanda Tavares, Adriana Lima, Carol Ribeiro, Carol Trentini, Isabelli Fontana, Raquel Zimmerman e muitas outras. Além de fotógrafos, editores, donos de agências e especialistas o setor. Só não vale quem é de fora do ramo. Mas justiça seja feita: com o subtítulo de Um Conto de Fadas Brasileiro, parece claro que os realizadores preferem deixar os aspectos mais obscuros da profissão para um outro filme. Ou para um outro realizador, é mais provável.

    De formatação clássica e tradicional, Top Models tem somente uma grande nota dissonante: a narração em off de uma suposta jornalista não identificada (na voz de Alice Braga) que recita um texto que pouco ou quase nada acrescenta às imagens. Se fosse eliminado na montagem final, filme e público ganhariam.