cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    UM SONHO DENTRO DE UM SONHO

    Por Livia Brasil
    11/04/2008

    Pelo título do filme já dá para imaginar qual caminho ele segue. Extremamente alternativo e experimental, Um Sonho Dentro de um Sonho foge de qualquer padrão comercial dos grandes blockbusters. Este é o tipo de produção que divide o público, mas se você é do tipo que gosta de cinema como entretenimento em um domingo tedioso, definitivamente Um Sonho Dentro de um Sonho não é uma boa escolha.

    O longa é o terceiro escrito e dirigido por Anthony Hopkins, mais conhecido por seus trabalhos como ator em grandes sucessos como O Silêncio dos Inocentes, mas é a primeira vez que decide arriscar-se em um contexto não-linear fugindo da tradicional linguagem cinematográfica.

    O próprio Hopkins protagoniza Um Sonho Dentro de um Sonho, interpretando o escritor Felix Bonhoeffer, que vive entre a realidade e o mundo criado em sua mente. Ele é contratado para reescrever um roteiro sobre um filme de suspense. O problema é que Bonhoeffer não sabe mais distinguir o que é real e o que é ficção. Aparentemente é uma história simples, mas não se engane. Toda a confusão mental do escritor é transmitida ao público, que se envolve em seus conflitos sem ter a certeza do que está realmente acontecendo. Porém, o enredo se torna mais claro com o desenrolar da trama, não que fique óbvio, porém mais compreensível.

    Como ator, todos conhecem o talento de Anthony Hopkins, mas como diretor e roteirista, ele consegue fazer o público entrar na cabeça de um personagem obscuro como se todos estivessem sob efeito de sedativos. Sem se perder, ele segura a difícil tarefa de comandar um longa que não possui uma linha lógica a ser seguida.

    Tecnicamente, é uma produção simples, tendo toda sua força no roteiro e atuações, principalmente do próprio Hopkins. Mesmo assim, Um Sonho Dentro de um Sonho dividirá a opinião do público, não em relação à qualidade do filme, mas em questão ao formato da produção. Literalmente uma questão de gosto, por se tratar de um longa experimental. Apesar disso, vale a pena conferir e chegar à sua própria conclusão.