cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    VELOZES E FURIOSOS: HOBBS E SHAW

    O Cinema Brucutu está vivo com Hobbs & Shaw
    Por Diego Canha
    31/07/2019

    Quando acabou a sessão de Velozes E Furiosos: Hobbs E Shaw as luzes não se acenderam, eu entendi o que o exibidor quis dizer: "calma pessoal, chegou a hora de refletir tudo que vocês acabaram de ver". Nesta quarta-feira eu consegui entender o que deve ter ocorrido na primeira sessão para imprensa de 2001: Uma Odisseia No Espaço, aquela sensação de que estamos vendo algo importante. É difícil assimilar quando você está de frente com uma obra de arte, é preciso de tempo para absorver todas as camadas do filme.

    Atualmente é dito muitas vezes "que época boa para se ser nerd" por conta do tsunami de filmes de heróis e séries da CW. Mas depois do spin-off com Dwayne Johnson e Jason Statham quem está vivo é o Cinema Brucutu, e somente um filme já vale por toda A Saga do Infinito.

    A irmã de Shaw está em apuros após encontrar um vírus mortal e agora é perseguida pelo terrorista Brixton. Somente a união de Luke Hobbs e Ian Shaw poderá salvar Hattie e O MUNDO! E apesar das diferenças, vemos esses titãs unidos contra o Superman negro, apesar de Elba ser menos sanguinário que o Clark Kent de Zack Snyder.

    Ao contrário de Christopher Nolan, que falha miseravelmente ao tentar falar de amor e família em Interestelar, David Leitch deixa questionamentos que ultrapassam laços consanguíneos. The Rock e sua famíla em Samoa trazem a sensibilidade da questão filosófica: o que é um lar? Quando nos sentimos verdadeiramente em casa? A resposta cabe a cada um, então você terá que ver o filme para encontrar a sua.

    O trabalho foi facilitado para Leitch neste filme. Não há pessoa em Hollywood que mescle tão bem o carisma e a brutalidade de Sylvester Stallone e Arnold Schwarzenegger como faz Dwayne Johnson, aliado a uma capacidade de atuar superior a essas duas lendas do Cinema Brucutu. O filme ainda conta com Jason Statham que a cada fala e ação explode a pergunta do século na tela: "é crime ser hétero?". Para ele eu respondo não, ninguém é mais mortal e perigoso que o ator que interpreta Shaw.

    As participações especiais secretas chamam atenção e são um acerto fenomenal. O agente da CIA que recruta The Rock (não falarei quem é para não estragar) consegue deixar claro qual é a intenção do filme e como ele deve ser encarado.

    Velozes E Furiosos: Hobbs E Shaw já nasce como um clássico do Cinema Brucutu, apenas aceitem! Acompanhar os feitos dessa dupla em uma tela gigante é algo que você não pode perder. Compre sua pipoca e vá preparado para o banho de testosterona que somente um bom filme de ação pode te dar.