cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    VERDADE NUA

    Por Celso Sabadin
    22/05/2009

    O nome do diretor egípcio radicado no Canadá Atom Egoyan é quase sempre ligado ao chamado circuito de filmes "de arte". Neste seu novo trabalho, Verdade Nua, Egoyan abre mão de seu estilo quase sempre hermético de dirigir e parte para um envolvente "film noir", com tudo o que o gênero tem direito: traições, paixões exacerbadas, narração em off, personagens dúbios e um crime provocado por uma bela mulher. Tudo isso filmado com extrema elegância e grande competência pelo diretor de O Doce Amanhã, Exótica, Ararat, entre outros.

    Contada fora da ordem cronológica, a história fala de duas celebridades fictícias da televisão norte-americana dos anos 50: Lanny (Kevin Bacon) e Vince (Colin Firth). Eles formam uma famosa dupla de comediantes que se envolve na morte misteriosa de uma camareira de hotel. Quinze anos depois, quando tudo parece esquecido, cabe à jovem jornalista Karen (Alison Lohman) levantar novamente a poeira do assunto.

    Embora toda a trama seja assumidamente fictícia e adaptada para o cinema a partir de livro Where The Truth Lies, do inglês Rupert Holmes, a propaganda do filme sugere que tudo pode ter acontecido de verdade entre a famosa dulpa (real) Jerry Lewis e Dean Martin. Realidade ou marketing apelativo? Provavelmente, nunca saberemos. Importa que o filme é de uma marcante elegância narrativa, com um roteiro rico, personagens bem construídos e reconstituição de época de encher os olhos.

    Verdade Nua concorreu à Palma de Ouro no Festival de Cannes e foi indicado a cinco Genies, o Oscar canadense, ganhando o de Roteiro Adaptado.