X-MEN, O FILME

X-MEN, O FILME

(X-Men, The Movie)

2000 , 104 MIN.

12 anos

Gênero: Ação

Estréia:

página inicial do filme
  • Ficha técnica

    Direção

    • Bryan Singer

    Equipe técnica

    Roteiro: Bryan Singer, David Hayter, Thomas DeSanto

    Produção: Lauren Shuler-Donner, Ralph Winter

    Fotografia: Newton Thomas Sigel

    Trilha Sonora: Michael Kamen

    Estúdio: Bad Hat Harry Productions, Donners' Company, Marvel Enterprises, Twentieth Century Fox Film Corporation

    Elenco

    Abi Ganem, Adam Robitel, Alex Burton, Amy Leland, Andy Grote, Anna Paquin, Aron Tager, Ben Jensen, Brett Morris, Bruce Davison, Carson Manning, Cecil Phillips, Dan Duran, Daniel Magder, Darren McGuire, Dave Allen Clark, David Black, David Brown, David Hayter, David Nicholls, Deryck Blake, Donna Goodhand, Doug Lennox, Eleanor Comes, Elias Zarou, Famke Janssen, George Buza, Giuseppe Gallaccio, Grigori Miakouchkine, Halle Berry, Hugh Jackman, Ian McKellen, Ilke Hincer, James Marsden, Jay Yoo, Joey Purpura, John Nelles, Katrina Florece, Kenneth McGregor, Kevin Rushton, Madison Lanc, Malcolm Nefsky, Manuel Verge, Marsha Graham, Matt Weinberg, Matthew Sharp, Patrick Stewart, Quinn Wright, Ralph Zuljan, Ray Park, Rebecca Romijn, Rhona Shekter, Robert R. Snow, Ron Sham, Rupinder Brar, Scott Leva, Shawn Ashmore, Shawn Roberts, Stan Lee, Sumela Kay, Todd Dulmage, Tom DeSanto, Tyler Mane, Wolfgang Müller

  • Crítica

    22/05/2009 11h03

    Chega aos cinemas do Brasil um dos filmes mais aguardados do ano (pelo menos para os fãs de ficção científica e histórias em quadrinhos): X-Men.
    A ousada tarefa de transpor para a tela grande a legião de super heróis criada por Stan Lee, nos anos 60, foi bancada por nada menos que seis empresas produtoras: a toda poderosa 20th Century Fox, a Bad Hat Harry (que já havia feito Os Suspeitos e O Aprendiz,) a Donner/Schuler (responsável por grandes sucessos como Maverick, Dave - Presidente por um Dia e Máquina Mortífera 4, entre outros), além das praticamente estreantes Genetic Productions, Springwood Productions e Marvel Films.
    Nenhuma delas se arrependeu: X-Men custou US$ 75 milhões e arrecadou US$ 123 milhões apenas nos seus primeiros 15 dias de exibição, nos EUA. O roteiro foi escrito a quatro mãos pelo estreante Tom De Santo e pelo "jovem veterano" (36 anos) Brian Singer, diretor dos ótimos Os Suspeitos e O Aprendiz. Além do roteiro, Singer também assina a direção de X-Men.
    A história se passa num futuro próximo, e fala de seres mutantes nascidos com um fator genético especial que proporciona aos seus portadores variados tipos de superpoderes. Estes mutantes formam a chamada legião dos X-Men, onde o Professor Xavier... mas êpa! Quem está interessado neste bla-blá-blá? O melhor mesmo a fazer é invadir os cinemas o mais rápido possível (escolha uma sala com tela bem grande e som de alta qualidade) e curtir as aventuras e os dramas existenciais dos X-Men, direto dos quadrinhos para a telona.
    O elenco está cheio de feras, como Patrick Stewart (o comandante Pickard da nova geração de Jornada nas Estrelas) no papel de Xavier, Ian McKellen (que já havia feito O Aprendiz com o diretor Singer) interpretando Magneto, a bela Hale Berry (lembram-se do personagem Sharon Stone, do primeiro Os Flintstones?) no papel de Tempestade, Anna Paquin (a ex-garotinha de O Piano) como Vampira e o até então pouco conhecido Hugh Jackman como Wolverine.
    Compre um balde de pipoca e divirta-se.

    09 de agosto de 2000
    ------------
    Celso Sabadin é jornalista especializado em cinema desde 1980. Atualmente é crítico da Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão, e do Canal 21.



Deixe seu comentário
comments powered by Disqus