O Duelo: “Jorge Amado fez parte da minha formação”, afirma diretor da comédia

Marcos Jorge fala com o Cineclick sobre seu novo filme e sobre a obra de Jorge Amado

21/03/2015 09h05

Por Pedro Tritto

O Cineclick conversou com Marcos Jorge, diretor de O Duelo, adaptação do livro Os Velhos Marinheiros de Jorge Amado, que ficou marcado por ser o último trabalho de José Wilker no cinema. O longa estreou na última quinta-feira (19).

+ Leia a nossa crítica de O Duelo

Além de falar como foi a experiência de trabalhar com o ator que morreu em 2014, o cineasta falou da importância que a obra do escritor baiano teve em sua formação profissional. Criado na periferia de Curitiba, Jorge afirma que sempre se interessou por leitura.

+ Veja a entrevista com Claudia Raia e Tainá Müller

Em O Duelo, o Comandante Vasco Moscoso de Aragão (Joaquim De Almeida) chega a pequena vila de Periperi e logo encanta as pessoas com suas histórias de marinheiro. Vendo a popularidade do sujeito, o fiscal Chico Pacheco (Wilker), até então o mais querido do local, começa a desconfiar das tais histórias. A partir daí, a pequena cidade se vê dividida entre os dois.

Confira abaixo a entrevista com o diretor: