Star Wars Rebels captura espírito da saga espacial, diz Fernando Caruso

Série começa pra valer no dia 18 de outubro

16/10/2014 15h51

Por Daniel Reininger

Star Wars Rebels, nova animação da franquia espacial criada por George Lucas, captura o espírito da saga cinematográfica e consegue mesclar a luta contra o império com outro lado que vemos pouco no cinema: a vida de mercenários que sobrevivem de missões nem sempre honestas – algo muito comum na mitologia do universo expandido (quadrinhos, games, livros) da série.

Embora seja uma animação infantil, Rebels consegue alternar momentos sombrios e divertidos com facilidade e deve agradar não só aos fãs da franquia, mas também a novos públicos. Diferente de Clone Wars, os personagens são desconhecidos e suas histórias não devem afetar as histórias dos filmes já lançados. E isso é ótimo.

A expectativa pela estreia é grande e, para sabermos mais sobre o programa, conversamos com o comediante Fernando Caruso, dublador do Agente Kallus, membro da Secretaria de Segurança Imperial e oficial do Império responsável por caçar os protagonistas.

Para todas as idades

Fã da série, Caruso não esconde sua empolgação por ter sido convidado para o trabalho. "Fiquei tão animado que queria sair contando pra todo mundo e não podia. Quando pude, eu ganhava parabéns dos meus amigos como se fosse virar pai", brinca.

Após trabalhar em oito episódios, está feliz com o resultado da série. "Parece que George Lucas dirigiu, afinal tem o lado clássico, mas também tem agilidade das séries modernas. Fora que os personagens devem pegar tanto o público jovem quanto a galera das antigas, como eu, que sabe o significado dos principais ícones da série, como Sabres de Luz, Blasters, Cruzadores Imperiais. Tenho certeza que vai unir pais e filhos na frente da TV", explica.

Star Wars Rebels

Rebels deve mostrar o começo da rebelião contra o Império, abordado nos três filmes clássicos (Episódios 4 a 6), mas, no momento, começa com uma tripulação mercenária comandada por um ex-Jedi que tenta sobreviver ao domínio do Império. "É muito bom ver esse lado obscuro de Star Wars. É mais adulto, diferente de outros produtos que subestimam as crianças, afinal temas maduros podem fazer os mais jovens pirarem também. Além disso, elementos como o filhote Wookie devem pegar as crianças em cheio".

Variedade de personagens

Caruso também gostou de ver personagens femininas fortes e decididas. "Adorei as garotas. Elas estão em pé de igualdade com os caras e devem atrair meninas e mulheres de todas as idades. Temos uma pilota e uma guerreira, ambas tão poderosas quanto os homens. Isso é muito legal, pois vivemos num universo muito masculinizado. Para as meninas da minha geração o modelo a ser seguido era o da Barbie, é legal ter a Barbie, mas é legal ter a mercenária lutadora também", afirma Caruso.

Além disso, os antagonistas de Star Wars são até mais venerados do que os heróis e foi isso que atraiu o comediante ao papel. "As pessoas costumam a gostar mais dos vilões da saga. Na verdade, você vê mais gente com camiseta do Darth Vader do que do Luke. E é sempre legal interpretá-los, pois a voz fica carregada de intenções e malícia. O resultado final é até mais interessante. Outra coisa legal é que a versão gringa é mais blasé, com sotaque britânico, aqui ele é mais intenso e imponente", revela.

Cinema

O ator ainda falou sobre suas expectativas para Star Wars: Episódio VII próximo filme da franquia. "Estou muito empolgado e acho que estamos em boas mãos com J.J. Abrams (Super 8). Ele fará um filme para quem é fã, mas que seja bom pra todo mundo, como fez em Star Trek. Espero que atraia mais gente e torne Star Wars algo ainda mais mainstream", disse.

Ele ainda comparou a franquia espacial com filmes baseados em quadrinhos. "Adoro o que estão fazendo na Marvel, mostrando esses personagens para novos públicos, afinal eu prefiro gostar de coisas que outros gostem. Quero que pessoas descubram essas coisas. A DC está entendendo o que a Marvel já sacou: não é preciso dos medalhões para fazer coisas boas se o universo é legal. Existem outros grandes personagens que podem ser aproveitados de diversas formas, como Guardiões Da Galáxia, que já foi direto para o cinema chutando tudo. São franquias que precisam ser aproveitadas e isso acontece em Rebels, não é precisa ter Darth Vader, embora ele vá aparecer na série, apenas é preciso ter clima de Star Wars. Isso a animação tem e muito".

Star Wars Rebels estreia no canal Disney XD no próximo sábado, 18 de outubro. Assista ao trailer dublado: