cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    A Ligação é filme de terror angustiante que você precisa ver na Netflix

    Longa mistura viagem no tempo, elementos da cultura sul-coreana e muito terror piscológico
    Por Daniel Reininger
    22/12/2020

    A Ligação é o tipo de filme de terror psicológico capaz de deixar qualquer um angustiado. O longa mistura viagem no tempo, elementos da cultura sul-coreana atual e antiga, como o xamanismo, e muita paranoia para criar um longa sufocante e realmente muito bom.

    É uma daquelas descobertas positivas que de vez em quando fazemos nos streamings, quando nos permitimos arriscar assistir a um filme desconhecido ou que não havia nos chamado atenção até então e acabamos por descobrir uma obra que fica com a gente por muito tempo.

    A trama começa em 2019. Kim Seo-yeon, de 28 anos, perdeu seu celular durante uma viagem para visitar sua mãe doente em uma área rural. Chegando em sua casa de infância em ruínas, ela encontra um telefone sem fio e, por meio dele, recebe ligações de uma mulher angustiada que diz que está sendo torturada por sua mãe.

    Depois de investigar a casa, Seo-yeon descobre que a mulher ao telefone, Oh Young-sook, mora no mesmo local, mas em 1999. As duas são capazes de se comunicar através do telefone por alguma bizarra distorção temporal. Logo Kim descobre que Young-sook é órfã e vive com sua mãe adotiva, que é um xamã, enquanto Seo-yeon perdeu seu pai em um incêndio, pelo qual culpa sua mãe.

    Young-sook resolve ajudar Kim em 1999 e foge de casa para evitar o incêndio que matou o pai dela. Bem-sucedida no passado, a realidade de 2919 muda. Agora os pais da garota estão vivos e saudáveis e sua casa é luxuosa. Young-sook, no entanto, é punida por sua mãe e fica ressentida porque a vida de Seo-yeon melhorou enquanto a dela continua a mesma. Aos poucos, a relação das duas mulheres se torna um pesadelo de obsessão e vingança.

    O longa foca no terror psicológico e nos elementos de ficção-científica, por mais que a questão temporal nunca seja realmente explicada. É angustiante ver a realidade de Kim, que está em 2019, mudar pelas ações da instável Young-sook. A situação, que deixa a protagonista totalmente à mercê de sua rival, é aflitiva e passa muito bem a angustia sentida por Kim, sempre ciente de como sua vida muda num passe de mágica por pura inveja e maldade.

    A Ligação traz boas atuações, uma trilha sonora capaz de reforçar o clima angustiante e bons efeitos especiais para as questões temporais, mas se destaca mesmo pelo roteiro bem amarrado e pela atmosfera opressiva criada pelo diretor Lee Chung-hyeon, do também aflitivo Bargain, de 2015.

    Se você procura um filme de qualidade, daquele tipo que vai te acompanhar por um bom tempo após os créditos, não só pelos temas tratados, mas pelas questões psicológicas profundas apresentadas, a Ligação é o filme certo para você. Mas se prepare, apesar de divertido e muito bem feito, é uma produção que mexe com o espectador de diversas maneiras.

    Veja o trailer: