A Vigilante do Amanhã, com Scarlett Johansson, é a sessão do Domingo Maior

A TV Globo exibe a adaptação de Ghost in the Shell às 22h40

18/10/2020 09h00

Por Alexandre Dias

A Vigilante Do Amanhã: Ghost In The Shell, adaptação do mangá de sucesso, é uma das principais pedidas na TV neste domingo (18). O longa faz parte do Domingo Maior, da TV Globo, e vai ao ar às 22h40.

Antes de conferir o longa nas telinhas, saiba mais sobre a trama e confira um trecho da nossa crítica: 

Trama

A trama é centrada na equipe da Comissão Nacional Japonesa de Segurança Pública, Seção 9, e acompanha uma policial cibernética conhecida como Major (Scarlett Johansson). Ela comanda um esquadrão de elite e luta para levar justiça para as ruas de sua cidade, até que um terrorista hacker começa a aterrorizar a cidade.

O mangá e o anime ficaram marcados na cultura pop por abordarem temas como inteligência artificial e consequências sociais derivadas do crescimento da tecnologia. O longa de Rupert Sanders (Branca De Neve E O Caçador) também procura trazer essas discussões na trama.  

 

Opinião 

A Vigilante Do Amanhã: Ghost In The Shell fica melhor quando não é comparado com o fantástico anime que dá nome ao longa. Com elementos raramente vistos no cinema comercial Hollywoodiano, o novo filme oferece um mergulho interessante no universo Cyberpunk, subgênero do sci-fi com foco em implantes robóticos e corporações inescrupulosas, como poucos filmes fizeram antes.

Visualmente incrível, o longa estrelado por Scarlett Johansson é interessante o suficiente para prender o espectador do começo ao fim e merece ser visto em Imax, mas pode gerar confusão entre os que não conhecem Ghost In The Shell e, certamente, deve frustrar os fãs da franquia.

Achar o balanço entre o cinema comercial e a profundidade do original é a grande armadilha dessa adaptação. Era preciso encontrar o tom certo, manter conceitos que fizeram do anime uma das obras-primas do cinema, mas ainda fazer dessa produção algo viável comercialmente e original. É um ajuste fino complicado e não chega a ser uma surpresa o diretor Rupert Sanders, do fraco Branca De Neve E O Caçador, não conseguir atingir esses objetivos.

Tecnicamente o filme merece elogios. É muito bem produzido, com efeitos de qualidade e convincentes, visual impactante tanto de cenários quanto de personagens. Fotografia inspirada, com belos planos abertos para ajudar na ambientação e closes ou cenas sufocantes em espaços fechados para reforçar o clima de opressão e estranheza. Para completar, a trilha sonora techno é ótima e combina bem com a atmosfera cyberpunk. A única ressalva aqui é a cena de luta final, na qual o CGI falha e a trilha sonora se torna exagerada e Sanders perde a chance de criar algo icônico capaz de marcar o cinema, como muitos esperavam.

Confira a crítica completa

 

Elenco e personagens

- Scarlett Johansson como Major, a policial ciborgue que teve um passado sombrio como humana.

- Pilou Asbæk é Batou, um dos parceiros mais habilidosos de Major na Seção 9.

- Michael Pitt é Kuze, o vilão ciberterrorista que quer revelar a Major os segredos da tecnologia. 

- Takeshi Kitano é Aramaki, o líder da Seção 9.

- Juliette Binoche é a Dra. Ouelet, cientista responsável por criar os ciborgues com cérebros humanos.

 

Trailer

 

Nesta notícia você leu sobre: A Vigilante Do Amanhã: Ghost In The Shell, Scarlett Johansson, Branca De Neve E O Caçador.

Veja também: Os 15 melhores filmes apocalípticos de todos os tempos


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus