Ainda bem que é ficção: as mentes psicopatas do cinema

Cineastas que criam filmes tão insanos que nos fazem questionar como puderam pensar nisso!

07/11/2020 16h00

Por Thamires Viana

O cinema encanta, emociona, diverte, mas se depender de alguns cineastas, ele também pode traumatizar (e muito) seus espectadores! Responsáveis por filmes insanos e bizarros, alguns diretores e roteiristas já causaram polêmica por trazer temáticas repulsivas às telas, gerando até mesmo a censura de suas produções em alguns países.

Confira os diretores com as mentes mais psicopatas do cinema:

Lars Von Trier

O diretor dinamarquês é conhecido por explorar assuntos bem delicados em suas tramas e já causou muita polêmica com abordagens surreais nas telonas. Por trás de roteiros como Melancolia e Dançando No Escuro, longas, digamos, mais tranquilos, ele também comandou os bizarros Anticristo, Ninfomaníaca e, mais recentemente A Casa Que Jack Construiu, que causou um mega mal estar em Cannes após o público sair da sala por conta das cenas explícitas de violência e taxidermia. 

John Waters 

Um dos diretores mais insanos do cinema é o americano John Waters. Embora tenha trazido filmes mais amenos como Crybaby, estrelado por Johnny Depp, e Hairspray - Éramos Todos Jovens, ele também é conhecido por comandar longas para lá de trashs! O que dizer de Pink Flamingos, longa de 1972 que causou polêmica ao mostrar cenas grotescas de coprofagia e abuso de animais? Pesado!

Tom Six 

Você pode não ligar o nome à pessoa, mas esse diretor nascido nos Países Baixos é o responsável por traumatizar o mundo todo com o polêmico A Centopeia Humana! Com três filmes, a franquia de Six é realmente uma das mais bizarras da história do cinema e causou repulsa em muita gente. O filme até hoje é banido em diversos países, incluindo o Brasil, por trazer cenas escatológicas repletas de brutalidade. Eu, hein?!  

Srdjan Spasojevic 

Ele tem apenas três filmes na carreira, mas o seu primeiro trabalho como diretor e roteirista foi capaz de chocar o mundo. Se você já ouviu falar sobre A Serbian Film - Terror Sem Limites, longa de 2010, já deve imaginar do que estamos falando. O longa sérvio é, de longe, um dos mais polêmicos já lançados e ainda é censurado em diversos países, incluindo Espanha e Noruega. Na época do lançamento, a produção deu o que falar por trazer cenas de abuso sexual, pedofilia, necrofilia e mutilação. 

Ken Russell

Sem medo de trazer bizarrices em suas produções, o diretor britânico ficou conhecido por seu jeito ácido de retratar alguns assuntos. Seu filme mais insano, Os Demônios, de 1974, alcançou o topo das bilheterias londrinas mas foi descrito como monstruoso e indecente pela crítica local. Nele, um grupo de freiras aparece em orgias e até em cenas explícitas de sexo com uma estátua de Jesus Cristo. 

Eli Roth 

O "menos assustador" da lista é Eli Roth, ator e diretor americano que faz boas parcerias com Quentin Tarantino. No entanto, o que dizer de O Albergue, longa que 2005 que ganhou mais duas sequências? Repleto de cenas sangrentas de mutilação e brutalidade, a franquia cult ainda apavora turistas do mundo inteiro. Outro filme bizarro que saiu da mente de Roth é Canibais, longa gravado na Amazônia, que retrata um grupo de viajantes que sofre um acidente de avião e é resgatado por uma tribo de canibais. O longa é uma reimaginação do perturbador Holocausto Canibal, de 1980. 

Lembrou de mais algum cineasta que retrata assuntos insanos? Conta pra gente aqui nos comentários.

Veja também:

Os filmes mais perturbadores já feitos

Eles não batem bem! Relembre os personagens mais insanos do cinema


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus