Relembre American Pie e veja como a franquia marcou uma geração

O primeiro filme da série completa 21 anos da sua estreia no Brasil

09/07/2020 18h00 (Atualizado em 29/10/2020 11h10)

Por Alexandre Dias

No dia 29 de outubro de 1999, American Pie - A Primeira Vez É Inesquecível fazia a sua estreia no Brasil. Com um orçamento de US$ 11 milhões, o longa foi um sucesso estrondoso e teve um lucro de mais de US$ 235 milhões no mundo todo, iniciando uma grande franquia. 

A produção também foi a responsável por guiar a onda dos chamados "filmes besteirol", que foram extremamente populares no início dos anos 2000. As histórias eram focadas em grupos de jovens colocados em situações loucas de festas e pegação. 

A saga principal se encerrou em 2012, mas é lembrada com nostalgia nos dias atuais por quem cresceu com as trapalhadas de Jim (Jason Biggs) e seus amigos. Vamos relembrar os filmes da franquia e as suas marcas registradas: 

Série principal

Na estreia da franquia, a trama é focada no pacto de Jim, Oz (Chris Klein), Finch (Eddie Kaye Thomas) e Kevin (Thomas Ian Nicholas) de perderem a virgindade antes de saírem do colégio. O quinto elemento do grupo, que pode ser considerado o famoso amigo chato que todos têm, é o famigerado Steve Stifler (Seann William Scott, abaixo com Biggs em cena de O Reencontro). 

Cena de American Pie: O Reencontro

O longa estabelece as principais características dos personagens, que perduram em todas as sequências. Jim, por exemplo, se mete em uma avalanche de furadas sexuais, a exemplo do vídeo vazado na internet em que está se "satisfazendo" com uma torta. 

Apesar dos constrangimentos, Jim valoriza a pessoa com quem está à sua frente, não à toa a continuação de 2001, American Pie 2 - A Segunda Vez É Ainda Melhor, é focada no seu relacionamento com Michelle (Alyson Hannigan). Em paralelo, o grupo parte para um acampamento, outro local clássico dos filmes besteirol. 

O terceiro longa, American Pie - O Casamento, começa a fazer a transição de gerações na saga ao recorrer às situações de "velhos tentando ser jovens". Como era de se esperar, a principal ferramenta para isso é Stifler, que continua totalmente pirado e nessa história quer organizar a despedida de solteiro de Jim. 

Nove anos depois, American Pie: O Reencontro encerrou a saga principal de um jeito que não poderia ser diferente: uma festa de reunião da turma do colégio. A nostalgia é frequente tanto para os personagens como para os espectadores; Oz e Kevin, por exemplo, ficam tocados ao reencontrarem às suas ex-namoradas, Heather (Mena Suvari) e Vicky (Tara Reid).

Marcas registradas

Mãe do Stifler - Finch é o intelectual do grupo e o oposto de Stifler, o que faz esse último tirar sarro do rapaz o tempo todo. Contudo, ao final do primeiro filme, Jennifer Coolidge surge como a mãe de Stifler e fica com Finch, fato estabelecido como uma vingança dele. Em Reencontro (imagem abaixo), há uma reviravolta na história e Stifler fica com a mãe de Finch. 

Cena de American Pie: O Reencontro

Pai do Jim - Interpretado por Eugene Levy, o pai de Jim é uma ferramenta para intensificar as situações constrangedoras do filho. O principal exemplo é a série de conversas sobre sexo que ele tem com Jim, do pior jeito e nos piores momentos possíveis, mas que não deixam de mostrar que ele está presente para quando o jovem precisar. 

Micos de Stifler - Stifler tem uma série de atitudes repugnantes, então os roteiristas sempre colocam alguns castigos para ele nas tramas. Em O Casamento, por exemplo, ele acabou comendo as fezes de um cachorro fingindo que era chocolate, para se safar de uma furada. 

Sherminator - Na onda de referências, O Exterminador do Futuro é constantemente citado na franquia por Chuck Sherman (Chris Owen). O motivo? Ele se apelidou de "Sherminator", com direito a ter até ao tema clássico do ciborgue. 

Derivados

American Pie ganhou quatro filmes derivados da saga principal, todos lançados direto em home video. São eles: Tocando a Maior Zona (2005), O Último Stifler Virgem (2006), Caindo em Tentação (2007) e O Livro do Amor (2009, abaixo na imagem). 

Cena de American Pie: O Livro do Amor

Os spin-offs são mais livres em voltar a explorar o tom de adolescentes malucos, algo que a narrativa principal não conseguia fazer mais pelo envelhecimento dos personagens e dos atores.  No entanto, além das piadas e dinâmicas típicas da franquia, os filmes também estabelecem relações pontuais com Jim e sua turma.

O Último Stifler Virgem e Caindo em Tentação, por exemplo, são focados no primo de Steve Stifler, Erik (John White), sobrenome que tem poder. O próprio pai de Jim apareceu em todos os derivados. 

 

Nesta matéria você leu sobre: American Pie - A Primeira Vez É Inesquecível, American Pie 2 - A Segunda Vez É Ainda Melhor, American Pie - O Casamento, American Pie: O Reencontro

Veja também: 

The Office: Dez momentos vergonha alheia de Michael Scott

As diferentes abordagens do sexo em filmes e séries de comédia


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus