cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Análise: Game of Thrones volta com tudo em sua sétima temporada

    O inverno chegou e com ele a vingança dos Stark
    Por Daniel Reininger
    17/07/2017

    O inverno chegou e com ele a vingança dos Stark. Ou pelo menos é o que esperamos ver nesta temporada de Game of Thrones, que começou com um bom capítulo e uma cena catártica logo de cara. Apesar da bela abertura, o capítulo não traz muitas novidades, é apenas um capítulo bem feito, responsável por nos trazer de volta a Westeros e movimentar as peças no tabuleiro para o encerramento dessa história épica.

    Cuidado, possíveis spoilers adiante:

    A ansiedade pelo retorno da série era grande, afinal essa é a primeira temporada a ultrapassar os livros e mostrar momentos inéditos, como a chegada de Daenerys aos Sete Reinos (Seven Kingdons), algo que esperamos ver por sete temporadas.

    Continua após o anúncio

    Além disso, finalmente vemos Arya colocar em prática tudo que aprendeu para se tornar uma "ninguém", Jon Snow toma as rédeas como Rei do Norte e tem os primeiros desentendimentos com Sansa, e conhecemos melhor a situação de Sam, sofrendo para se tornar um Maester para descobrir como vencer os Caminhantes Brancos (White Walkers).

    No caso de Arya, o caminho que ela escolheu faz todo sentido, mas também a coloca em perigo, muito mais do que se ela se juntasse a seus irmãos em Winterfell. A personagem tem ainda uma das melhores cenas do capítulo, quando encontra tropas reais na estrada (com a participação do cantor Ed Sheeran) e podemos ver que os soldados inimigos também são humanos e não lacaios prontos para fazer o mal a todo custo. Momentos como esse são raros em GOT, mas ajudam a expandir o mundo e proporcionam realismo.

    Continua após o anúncio
    Cena de Game of Thrones

    Com apenas sete episódios, existia o medo de que a série corresse para fechar sua trama, mas o primeiro capítulo deixou claro que isso não vai acontecer. A história vai avançar, mas sem pressa e, espero, sem cenas desnecessárias como nas temporadas anteriores. A chegada de Daenerys a Dragonstone é prova clara disso, assim como o caminho de redenção de Clegane, que volta a uma casa que arruinou na quarta temporada e mostra todo seu remorso.

    Claro que nem sempre o capítulo manteve a qualidade, a chegada da frota das Ilhas de Ferro (Iron Islands) a Porto Real (King's Landing) é bem genérica e o reinado de Cersei se aproxima cada vez mais de "impérios malignos padrão" vistos em qualquer conto de fantasia, com visual e políticas clichês.

    Continua após o anúncio

    O capítulo Dragonstone abre a sétima temporada com chave de ouro, mas apenas começa a preparar a situação para a guerra total. Ver o exército dos mortos avançando, com gigantes zumbis em suas colunas, é simplesmente de arrepiar.

    Sem falar que a situação nos Sete Reinos chegou ao momento mais crítico desde o início, com inimigos literalmente por todos os lados não só para os Stark, mas também para os Lannisters e para a própria Daenerys. O jogo político deve ganhar contornos ainda mais interessantes no futuro, afinal é a sobrevivência de todos que está em jogo agora e não só o destino do Trono de Ferro (Iron Throne).

    Continua após o anúncio

    Veja as cenas do próximo capítulo: