cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Angelina Jolie e Gwyneth Paltrow relatam assédio de Harvey Weistein

    O escândalo explodiu na semana passada em reportagem do The New York Times
    Por Thamires Viana
    10/10/2017

    As atrizes Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie relataram que o produtor Harvey Weinstein também cometeu atos de assédio sexual contra elas. A segunda parte da reportagem do The New York Times sobre o caso traz o depoimentos das atrizes.

    Paltrow tinha apenas 22 anos quando conseguiu o papel no filme Emma, adaptação do romance de Jane Austin. Foi Weinstein que a contratou para protagonizar o longa. Antes de começar a produção, ele a convidou para sua suíte no hotel Peninsula Beverly Hills para uma reunião de trabalho que começou sem intercorrências. No entanto, o encontro de negócios terminou com o produtor colocando suas mãos sobre ela e sugerindo que eles se dirigem para o quarto de massagens.

    "Eu era criança e estava petrificada", disse ela em uma entrevista, revelando publicamente que foi assediada sexualmente pelo homem que acendeu sua carreira e depois a ajudou a ganhar um Oscar.

    Famoso produtor de Hollywood é demitido após acusações de assédio sexual

    Jolie revelou que investidas de Weinstein se deram no final dos anos 90, também em um quarto de hotel.  "Eu tive uma experiência ruim com Harvey Weinstein na minha juventude e, como resultado, escolhi nunca mais trabalhar com ele e avisar os outros quando eles fizeram", disse ela em um e-mail. "Esse comportamento em relação a mulheres em qualquer campo, qualquer país é inaceitável", finalizou a atriz.

    O ator Ben Affleck fez um post em seu Facebook onde condena as atitudes do produtor: "Estou triste e bravo de que um homem com quem trabalhei use sua posição de poder para intimidar, assediar e manipular sexualmente muitas mulheres ao longo de décadas. Isso é completamente inaceitável. Precisamos fazer o melhor para proteger nossas irmãs, amigas, colegas de trabalho e filhas." 

    O escândalo explodiu na semana passada quando o The New York Times fez uma matéria com relatos de mulheres que foram coagidas a se relacionar sexualmente com Weinstein em troca de papéis em filmes. Atrizes como Ashley Judd e Rose McGowan estão entre as vítimas do produtor e revelaram que foram obrigadas a vê-lo nu, além de terem recebido propostas envolvendo favores sexuais.