cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Animação punk rock 'Bob Cuspe' é 'Mad Max' brasileiro nos cinemas

    Filme venceu o Festival Annecy, o Oscar da animação
    Por Daniel Reininger
    11/11/2021 - Atualizado há 26 dias

    O filme do Bob Cuspe, um dos grandes personagens do cartunista Angeli, venceu o Festival Annecy, maior festival de cinema animado do mundo, e agora chega aos cinemas brasileiros!

    O personagem simboliza o "punk da periferia" e foi uma resposta aos excessos dos anos 1980, à hipocrisia e uma forma de resistência.  

    A divertida trama mostra um conflito entre o personagem e criador, Angeli, que decide se livrar dele. Só que o protagonista não vai se render assim tão fácil, obviamente.

    Bob Cuspe - Nós Não Gostamos de Gente

    Bob Cuspe - Nós Não Gostamos de Gente é primeiro longa-metragem dirigido pelo animador paulistano Cesar Cabral.

    Produzido em stop motion, técnica em que objetos são filmados quadro a quadro, o longa promete arrancar risadas com uma trama vive digna de Mad Max, com um deserto apocalíptico cheio de perigos, que na verdade é a cabeça do cartunista Angeli. 

    No dia do Cinema Brasileiro, veio o anúncio de que o prêmio de Melhor Filmes do Festival Annecy foi para o filme dirigido por Cesar Cabral, que estava concorrendo na Mostra Contrechamp.

    "O filme tem uma pegada de DOC, é uma coisa mais pessoal, porque fiz uma espécie de registro constante com Angeli, mas daí vai para uma coisa bem ficcional. O longa fala muito sobre o momento atual do artista, que revisita seu trabalho e busca novos caminhos, daí o motivo dele querer acabar com Bob Cuspe", revela o diretor Cesar Cabral.

    Premiado

    No dia do Cinema Brasileiro, veio o anúncio de que o prêmio de Melhor Filmes do Festival Annecy foi para o filme dirigido por Cesar Cabral, que estava concorrendo na Mostra Contrechamp.

    “Receber esse prêmio de Annecy demonstra a maturidade, não só da animação, mas da produção audiovisual brasileira. Estamos levando nossa cultura para o mundo e demonstrando que somos capazes de ir muito longe. O punk Bob Cuspe criado por Angeli, mostra que apesar de tudo resistimos.”, diz o diretor.

    Uma baita honra para um filme nacional, ainda mais com um personagem tão icônico.

    Assista

    O longa estreou em 14 de junho no Festival de Annecy, na França, e já chega aos cinemas brasileiros quebrando tudo. 

    Bob Cuspe hoje, mesmo sendo um símbolo punk dos anos 80, representa a juventude. "A rebeldia ainda está presente, mesmo que diferente e esse tema vai além do personagem. É uma trama que dialoga bastante com o momento e vai sempre conversar com as novas gerações", finaliza o diretor.

    Veja o trailer e se prepare para se divertir muito no cinema:

    Veja mais