cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Ator Paulo Goulart morre aos 81 anos em São Paulo

    Causa da morte provavelmente está relacionada a um câncer no pulmão
    Por Cristina Tavelin
    13/03/2014

    Paulo Goulart morreu nesta quinta-feira, em São Paulo, aos 81 anos em decorrência de um câncer renal avançado. No segundo semestre de 2012, o ator ficou internado para tratar de um tumor no mediastino, um canal na região dos pulmões. A doença foi descoberta em janeiro do mesmo ano.

    Goulart, que nasceu em Ribeirão Preto, era casado com a atriz Nicette Bruno. O casal, famoso por seguir a doutrina espírita kardecista, estava junto desde 1952 e teve três filhos: Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho. Paulo Afonso Miessa (nome verdadeiro do ator) também era avô das atrizes Vanessa Goulart e Clarissa Mayoral.

    No cinema, Paulo Goulart trabalhou em filmes como Nosso Lar, Chico Xavier, O Auto da Compadecida e Redentor. Na TV, são inúmeras as novelas e minisséries nas quais atuou. Entre as mais conhecidas, estão Louco Por Elas (2012), Morde e Assopra (2011), Duas Caras (2007), Zazá (1997) e As Pupilas do Senhor Reitor (1994, no SBT).

    [Atualizado] A família conversou com a imprensa no hospital São José, em São Paulo. "Foi um final dolorido, mas foi uma passagem muito em paz com muito amor com todos os filhos e netos ao lado dele. Eu de mãos dadas com ele, porque nosso amor é eterno. Então vamos ter esse momento de separação, mas estaremos juntos sempre. É muito difícil para mim nesse momento falar alguma coisa porque a emoção é muito grande e forte. A dor é grande", disse Nicette bastante emocionada.

    A filha mais velha do casal, Bárbara Bruno, também se pronunciou: "Principalmente a alegria, o orgulho e a honra de saber que ele deixou um legado maravilhoso e que ele se orgulha muito. Deixou legado como artista, homem, cidadão, pai e marido. É difícil quem consegue isso e ele conseguiu".

    Paulo Goulart Filho contou ainda que o pai não estava mais lúcido. "A cabecinha não estava aqui, mas o coração dele estava. Quero agradecer todo amor e carinho que recebemos de todas as pessoas que a gente não conhece, mas que nos conhecem. Quero agradecer de coração o amor que vocês tem pelo meu pai. Essa é a melhor homenagem que ele poderia receber. Continuem com a gente. Vocês continuarão vendo no cinema, nas telas e no coração de vocês.

    O velório acontece nesta quinta às 23h no Teatro Municipal, às 23h30 e será aberto ao público. O enterro será na sexta-feira, 14, no cemitério da Consolação.