cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Awake, da Netflix, não cumpre promessa de grande suspense apocalíptico

    Filme está no TOP 10 desde sua estreia
    Por Daniel Reininger
    15/06/2021 - Atualizado há cerca de 2 meses

    Awake mal estreou e já é o novo sucesso da Netflix. Com uma premissa interessante, o suspense apocalíptico tem subido cada vez mais no Top 10 da plataforma.

    Na trama, um evento global impede as pessoas de dormirem e uma mãe precisa fazer de tudo para preservar a vida de sua filha, que é uma das únicas pessoas capaz de dormir em sua cidade.

    Saiba mais do sucesso e veja nossa opinião:

    Sem dormir

    Na trama, algo aleatório (que é mal explicado) avaria todos os aparelhos eletrônicos e também impede a humanidade de conseguir dormir, o que condena a todos a morrerem em questão de dias.

    Obviamente, o caos toma conta do mundo e Jill, uma ex-militar com um passado turbulento, pode ter a chave da cura: sua filha. Agora, ela precisa lutar para salvar a filha e o mundo antes que seja tarde demais, mas a privação de sono logo começa a mostrar seus efeitos.

    Opinião

    Awake pode ter uma temática interessante, mas é um filme de desastre superficial, incapaz de segurar a atenção do espectador ao longo de seus 96 minutos.

    Embora trate de uma questão séria, a importância do sono e pincele como a privação de sono é usada como forma de interrogatório, ou melhor, tortura, pelo exército norte-americano, o filme não consegue se aprofundar no tema para criar uma discussão e nem divertir o suficiente para valer o tempo investido.

    É uma produção com alguns bons momentos, mas a promessa de história intrigante resulta em expectativas que o filme não consegue cumprir. No fim, é um road movie apocalíptico com foco numa família sem graça.

    Para ser justo, existem alguns sustos e momentos esquisitos capazes de gerar tensão e paranóia, mas não é suficiente para fazer desse um filme algo realmente válido. Principalmente pelas resoluções simplórias que abusa para cada nova situação.

    Pior ainda porque as atuações não ajudam. Ninguém do elenco é capaz de realmente simular uma pessoa com privação extrema de sono e os momentos dramáticos são bem fracos e, muitas vezes, fora de hora. Uma pena.

    Entretanto, é curioso e curto o suficiente para incentivar o "play", mesmo sabendo que o filme não será bom como gostaríamos. Mas, ainda assim, vale o aviso: Veja Oxigênio, também da Netlix, no lugar desse filme.

    Continua após o anúncio

    Elenco e personagens

    O longa conta com:

    • Gina Rodriguez como Jill
    • Ariana Greenblatt como Matilda
    • Frances Fisher como Doris
    • Shamier Anderson como Dodge
    • Finn Jones como Brian
    • Lucius Hoyos como Noah
    • Gil Bellows como Dr. Katz
    • Barry Pepper como pastor
    • Jennifer Jason Leigh como Dra. Murphy
    • Francesca Eastwood como Diana

    Awake

    O filme está disponível na Netflix, veja o trailer: