cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Azul é a Cor Mais Quente: Empresas se recusam a lançar Blu-ray

    Após polêmica, Imovision conseguiu uma empresa para produzir o DVD, mas não o Blu-Ray
    Por Daniel Reininger
    25/02/2014

    Na última segunda-feira, 24, a distribuidora Imovision divulgou uma nota em sua página no Facebook informando que o filme Azul É A Cor Mais Quente não seria lançado em Blu-ray. O motivo: a empresa responsável pela produção da mídia não estaria disposta a associar sua marca ao filme. O longa deve ser distribuido apenas em DVD.

    [ATUALIZADO] Em comunicado oficial, a Imovision revelou o status de distribuição do título e reafirmou sua indignação com o caso. 

    "Depois das dificuldades encontradas para a replicação do DVD do filme Azul é a Cor Mais Quente, a Imovision procurou a empresa brasileira que replica seus títulos em Blu-ray, a Sonopress, mas a mesma se recusou e ainda alegou que nenhuma outra empresa faria o serviço. A Imovision então contatou a SONY DADC, que também se recusou a produzir o Blu-ray do filme, por considerarem o conteúdo inadequado devido às cenas de sexo, apesar do filme já ter sido classificado para maiores de 18 anos. O filme, vencedor do Festival de Cannes, só poderá ser reproduzido em DVD até o momento. A Imovision, distribuidora do filme, lamenta o fato e busca alternativas para a replicação do filme em Blu-ray no âmbito nacional", diz o comunicado.

    Entenda

    A nota publicada pela distribuidora na última segunda-feira dizia o seguinte: "O lançamento do DVD de Azul é a Cor Mais Quente se aproxima, mas temos uma péssima noticia para os fãs do filme: as empresas brasileiras produtoras de Blu-ray se negam a produzir o filme devido ao seu 'conteúdo. Ainda estamos batalhando para reverter essa situação, mas não conseguimos acreditar que tratariam dessa forma a história de amor mais linda de 2013, vencedora da Palma de Ouro no Festival de Cannes e diversos outros prêmios. O que vocês acham disso?"

    O Cineclick entrou em contato com a Sonopress e Sony DADC. Ambas as empresas ainda não têm posiocinamento oficial sobre as declarações da Imovision. 

    A trama de Azul é a Cor Mais Quente acompanha as descobertas sexuais de Adèle, que se apaixona por uma jovem de cabelos azuis, Emma. O conteúdo sexual do filme causou polêmicas até mesmo entre sua equipe: a atriz Adèle Exarchopoulos chegou a dizer que se sentiu uma incomodada durante as filmagens. Entidades de defesa dos direitos das mulheres criticaram as longas sequências eróticas.