Bacurau se destaca no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2020

O filme de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles venceu seis categorias do prêmio

13/10/2020 11h50

Por Alexandre Dias

O Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2020, evento organizado pela Academia Brasileira de Cinema, teve Bacurau como o seu grande vencedor. O longa de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles levou seis estatuetas da 19º edição da atração. 

O filme venceu nas seguintes categorias: Melhor Longa-Metragem de Ficção, Melhor Direção, Melhor Roteiro Original, Melhor Montagem, Melhor Ator e Melhor Efeito Visual. 

Bacurau foi um dos grandes filmes nacionais de 2019. O título se refere à cidade fictícia do sertão, que começa a sofrer ataques misteriosos e obriga os seus cidadãos a lutarem. 

Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2020

O evento ocorreu remotamente, por conta da pandemia de coronavírus. Confira todos os vencedores: 

Longas

Melhor Longa-Metragem Ficção

Bacurau

Melhor Longa-Metragem Documentário

Estou Me Guardando Para Quando O Carnaval Chegar

Melhor Longa-Metragem Comédia

Cine Holliúdy – A Chibata Sideral 

Melhor Longa-Metragem Animação

Tito e Os Pássaros

Melhor Longa-Metragem Infantil

Turma Da Mônica – Laços

Melhor Longa-Metragem Voto Popular

Eu Sou Mais Eu

Melhor Direção

Kleber Mendonça Filho E Juliano Dornelles (Bacurau)

Melhor Primeira Direção De Longa-Metragem

Leonardo Domingues (Simonal)

Melhor Atriz

Andrea Beltrão (Hebe – A Estrela Do Brasil)

Melhor Ator

Silvero Pereira (Bacurau) e Fabrício Boliveira (Simonal)

Melhor Atriz Coadjuvante

Fernanda Montenegro (A Vida Invisível)

Melhor Ator Coadjuvante

Chico Diaz (Cine Holliúdy – A Chibata Sideral)

Melhor Direção de Fotografia

Hélène Louvart (A Vida Invisível)

Melhor Direção de Arte

Rodrigo Martirena (A Vida Invisível)

Melhor Roteiro Original

Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles (Bacurau)

Melhor Roteiro Adaptado

Murilo Hauser, Karim Aïnouz e Inés Bortagaray (A Vida Invisível)

Melhor Figurino

Marina Franco (A Vida Invisível)

Melhor Maquiagem

Simone Batata (Hebe – A Estrela Do Brasil)

Melhor Efeito Visual

Mikaël Tanguy e Thierry Delobel (Bacurau)

Melhor Montagem Ficção

Eduardo Serrano (Bacurau)

Melhor Montagem Documentário

Karen Harley (Estou Me Guardando Para Quando O Carnaval Chegar)

Melhor Trilha Sonora

Wilson Simoninha e Max De Castro (Simonal)

Melhor Som

Marcel Costa, Alessandro Laroca, Eduardo Virmond, Armando Torres Jr., Abc e Renan Deodato (Simonal)

Melhor Longa-Metragem Internacional

Parasita

Melhor Longa-Metragem Ibero-Americano

A Odisseia Dos Tontos

 

Curtas

Melhor Curta-Metragem Animação

Ressurreição

Melhor Curta-Metragem Documentário

Viva Alfredinho!

Melhor Curta-Metragem Ficção

Sem Asas

 

Séries

Melhor Série Animação TV Paga/ Ott

Turma Da Mônica Jovem – 1ª Temporada

Melhor Série Ficção TV Paga/ Ott

Sintonia – 1ª Temporada

Melhor Série Ficção TV Aberta

Cine Holliúdy– 1ª Temporada

Melhor Série Documentário TV Paga/ Ott

Quebrando O Tabu – 2ª Temporada

 

Nesta notícia você leu sobre: Bacurau.

Veja também: Tudo sobre cinema nacional


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus