cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    'Bel-Air', do Star+, é mais que uma série, é um movimento!

    Remake de 'Um Maluco no Pedaço' já está disponível na plataforma de streaming
    Por Redação
    31/05/2022 - Atualizado há cerca de 1 mês

    Bel-Air, remake do sucesso Um Maluco no Pedaço, já está disponível no catálogo do Star+ trazendo uma abordagem dramática para a história de Will (Jabari Banks).

    Sem deixar de lado o bom humor característico da primeira versão, Bel Air aposta em uma nova e dramática visão da jornada de Will, jovem que se muda do oeste da Filadélfia para a mansão de seu tio Phil em Bel-Air, Califórnia. No local, sua vida vira de cabeça para baixo e ele encontra novos desafios e preconceitos em um mundo de riqueza e aspiração.

    Produzida por Will Smith, a atração é um movimento que traz assuntos importantes para o público e o Star+ divulgou uma lista com as principais abordagens da série.

    Confira: 

    Choque cultural

    Cena de Bel AirDivulgação / Star+

    Na produção, o choque cultural talvez seja até maior que na série original do reboot. Ao sair de seu bairro humilde para morar com os tios em um dos bairros mais luxuosos de Los Angeles, Will se depara com uma casa grandiosa que, nem em seus melhores sonhos, acreditaria um dia poder viver, deixando clara a diferença social entre os estados.

    Rivalidade

    Cena de Bel AirDivulgação / Star+

    A conhecida rivalidade entre primos também está presente. De uma forma mais séria, Carlton (Olly Sholotan) pode ser visto até como um "vilão" na produção, já que ele vê Will como um rival pela atenção do pai. Para piorar a situação, Carlton é viciado em cocaína e apaixonado por Lisa (Simone Joy Jones), que também se torna o interesse amoroso de Will. Além disso, Carlton se contenta em ser amigo de jovens brancos e ricos, que não fazem questão alguma em não demonstrar o seu racismo.

    Violência policial

    Cena de Bel AirReprodução

    Will era um bom aluno e também a estrela do time de basquete da escola com um futuro promissor. O jovem resolve participar de uma aposta com traficantes do bairro onde mora, no Oeste da Filadelfia, e levaria 2.000 dólares se vencesse. Caso contrário, teria que trabalhar para a gang. Ele acaba ganhando o jogo, mas uma briga faz com que Will saque uma arma, atire para cima e, em seguida, aponte o revólver para o chefe dos traficantes. A polícia chega e acaba prendendo ele e, neste momento, é apresentada com evidência a violência policial presente em bairros pobres e de comunidades predominantemente negras. O fato violento acarreta traumas em Will, que acaba não conseguindo mais jogar basquete e tem pesadelos com flashs da fatídica noite. Agora com suas digitais no revólver e uma guerra declarada, ele tem seu futuro selado por dois caminhos: a cadeia ou a morte.

    Racismo

    Cena de Bel AirReprodução

    O racismo estrutural é demonstrado de forma explicita. A produção apresenta, em diversos momentos, a tensão que é ser um jovem negro em uma sociedade elitista branca que não mede esforços para que Will não se sinta bem-vindo, explorando as questões raciais e de colorismo.

    Bel Air

    Com dez episódios, Bel Air acompanha a jornada de Will ao chegar à mansão de seus tios. Enquanto tenta se adaptar à rotina da nova família, o jovem encontra rivalidade, preconceitos e também as emoções de um amor inesperado e das novas amizades.

    O elenco traz nomes como Jabari Banks (Will), Adrian Holmes (Philip Banks), Cassandra Freeman (Vivian),  Olly Sholotan (Carlton), Coco Jones (Hilary), Akira Akbar (Ashley), Jimmy Akingbola (Geoffrey) e Jordan L. Jones (Jazz). 

    Veja também: