cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    CANNES 2010: Primeira exibição de novo filme de Woody Allen causa confusão na entrada do cinema

    Por Ana Martinelli, de Cannes
    15/05/2010

    Não foi muito fácil entrar. A desorganização na entrada da sessão de You Will Meet a Tall Dark Stranger começou quando os jornalistas foram comunicados de que aquela exibição não seria para imprensa, porém no nosso calendário de sessões estava confirmada. Após uns minutos de gritaria e discussão, começaram a entrar, não sem esforço, os jornalistas com credencial branca e rosa, como não havia fila houve tumulto. E depois, a credencial azul (a minha, diga-se de passagem) entrou por uma nova fila improvisada na hora. O que importa é que consegui entrar, sentar e ver o filme.

    A mesma correria aconteceu ao final quando todos se dirigiam à coletiva de imprensa, na qual estavam presentes o próprio Woody Allen, que chegou à Cannes há dois dias, Josh Brolin, Naomi Watts, Gemma Jones e Lucy Punch.

    You Will Meet a Tall Dark Stranger é tudo o que os fãs de Woody Allen podem querer, se gostarem do diretor. Helena (Gemma Jones) está muito perturbada com o fim de seu casamento com Alfie (Anthony Hopkins). Após 40 anos juntos, ele terminou por não aceitar a velhice “dela”. A filha (Naomi Watts) deles é casada com um escritor (Josh Brolin) em crise, publicou um romance de relativo sucesso e não consegue terminar o segundo. Para que ele se dedica a escrever, ela trabalha na conceituada galeria de arte de Greg (Antonio Bandeiras). Sally está frustrada com o casamento e incentiva a mãe a ver uma adivinhadora porque lhe faz bem. Enquanto isso, em suas tardes vazias, o marido começa a se interessar pela nova vizinha, vivida pela belíssima Freida Pinto (Quem Quer Ser Um Milionário).

    Talvez nós já tenhamos visto este filme de Woody Allen antes. Seus temas estão lá: o amor encaixado no cotidiano, as neuroses de cada um, o absurdo da vida, como as pessoas se relacionam. Mas seu sempre refinado humor e senso crítico continuam a nos mostrar o lado engraçado da loucura em que vivemos e de nossa habilidade em complicar o que pode ser simples ou um pouco menos complicado.

    Mas para os que se apaixonaram pela obra do diretor a partir de Match Point ou adoraram a tensão dramática e sensualidade de Vicky Cristina Barcelona, o 41º filme de Allen pode decepcionar. You Will Meet a Tall Dark Stranger é um bom filme, mas não é genial como alguns de sua extensa filmografia. Por mim, tudo bem... Um filme médio de Woody Allen é muito melhor do que a média das comédias dramáticas que tentam ser inteligente. O mestre sabe o que funciona em seu cinema.

    Exibido fora da competição a pedido do diretor, assim como os outros dez filmes que já trouxe ao Festival de Cannes, You Will Meet a Tall Dark Stranger tem previsão de estrear em alguns países como França, Estados Unidos e Argentina (o mais próximo de nós) ainda no final deste ano. No Brasil não há previsão, Tudo Pode Dar Certo está em cartaz desde 30 de abril.