cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Cena exclusiva de 'Enquanto Vivo' mostra Catherine Deneuve dando lição de vida

    Longa traz Benoît Magimel, vencedor do prêmio de Melhor Ator no César 2022
    Por Redação
    07/06/2022 - Atualizado há 29 dias

    Enquanto Vivo, lançamento nos cinemas com Catherine Deneuve, ganhou uma cena exclusiva com a personagem da atriz dando uma lição de vida a um grupo de alunos. Veja:

    O filme

    Destaque no Festival de Cannes e exibido no Festival Varilux de Cinema Francês em 2021, o longa acompanha a difícil jornada de um dedicado professor de teatro (Magimel) condenado à morte cedo demais por uma causa de uma doença incurável.  

    Ao longo das quatro estações de um ano, figuras importantes como a sua atenciosa mãe Crystal (Catherine Deneuve); o determinado médico Dr. Eddé (Gabriel A. Sara, que é um oncologista na vida real); a carinhosa enfermeira Eugénie (Cécile de France), e principalmente o próprio Benjamin, precisam lidar com a impactante doença e seus marcantes efeitos colaterais enquanto se preparam para o inevitável.  

    Enquanto Vivo é um filme sobre compreender o que significa morrer enquanto se vive. Para a diretora Emmanuelle Bercot, esse precoce encerramento de uma vida é um assunto delicado que afeta muitas pessoas ao redor do mundo. “Há muito tempo eu queria fazer um melodrama, escrever novamente para Catherine Deneuve e Benoît Magimel, e tive essa ideia de uma mãe que perde seu filho. Eu queria trabalhar com o tema do câncer, essa doença que pode condenar e é inegavelmente uma experiência bastante universal. Eu queria que este filme, que é sobre a morte, fosse um hino à vida”, aponta.

    Estreia

    O longa conta com grande atuação de Benoît Magimel, vencedor do prêmio de Melhor Ator no César, o Oscar Francês, em 2022 por seu papel no filme.

    Enquanto Vivo chega aos cinemas nacionais em 9 de junho

    Veja mais