cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Cid Moreira narra sua trajetória no emocionante documentário Boa Noite

    O projeto chega aos cinemas nesta quinta-feira, dia 13 de maio
    Por Thamires Viana
    11/05/2021 - Atualizado há 4 meses

    Por quase 30 anos, uma voz grave e inconfundível invadia diariamente a TV brasileira. Estamos falando, sim, de Cid Moreira, jornalista e locutor brasileiro que marcou a história do jornalismo com muita seriedade e carisma. 

    Aos 93 anos, o paulista nascido em Taubaté, interior de São Paulo, narra sua trajetória em Boa Noite, documentário de Clarice Saliby que estreia nesta quinta-feira (13) nos cinemas.

    Produzido pela TvZero e com distribuição da Bretz Filmes, o longa foi um dos selecionados para participar do Festival É Tudo Verdade, em 2020, e promete uma viagem emocionante pela história desse grande jornalista. 

    Boa Noite | Sinopse oficial

    Boa Noite é o retrato de uma voz. Aos 93 anos, Cid Moreira abre as portas de sua casa e de seu inconsciente, revelando facetas surpreendentes do homem que entrou nas casas de milhões de brasileiros todas as noites, por quase trinta anos. A voz mais famosa do Brasil narra a própria história, desconstruindo sua imagem mítica e nos conduzindo por um labirinto de memórias. Lembranças e imagens de arquivo traçam um panorama de sua vida que se confunde com a história da televisão brasileira.

    Confira as imagens do filme:

    Cid Moreira

    Nascido em 29 de setembro de 1927, em Taubaté, São Paulo, Cid Moreira iniciou sua carreira no final dos anos 40 como contador em uma rádio de sua cidade. Com o timbre grave, tornou-se locutor e, anos mais tarde, narrador de jornais de cinema em diversos estados brasileiros. 

    Em 1969 estreou como âncora do Jornal Nacional, um dos mais populares da TV aberta, onde permaneceu até 1996, marcando como o jornalista a estar mais tempo à frente do noticiário da Rede Globo. Na emissora, também foi locutor de matérias especiais do Fantástico.

    Entre suas reportagens marcantes estão as mortes de John Lennon, em 1980, e do poeta e escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade, em 1987, na qual Cid citou o poema 'E Agora, José?' como forma de homenagear o artista. 

    Entre as décadas de 70 e 90, o jornalista também se dedicou às gravações de CDs com salmos bíblicos que se tornaram grande sucesso de público, vendendo milhões de cópias no Brasil.

    Atualmente, aos 93 anos, Cid Moreira está casado com Fátima Moreira há mais de 20 anos e mostra sua rotina em um perfil oficial no Instagram que conta com mais de 800 mil seguidores.

    Confira o trailer oficial do documentário Boa Noite:

    Veja também: