cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Como o ator Ansel Elgort foi de queridinho à fama de abusador

    O astro de 28 anos é estrela de filmes como 'A Culpa é das Estrelas' e 'Em Ritmo de Fuga'
    Por Redação
    14/03/2022 - Atualizado há 2 meses

    Ansel Elgort, ator de longas como A Culpa é das Estrelas, Em Ritmo de Fuga e o recente Amor, Sublime Amor, completa 28 anos de idade nesta segunda-feira (14). 

    Em 2014, quando viveu Augustus Waters no romance teen baseado no livro de John Green, o americano se tornou um dos mais queridinhos entre o público, porém, seis anos depois uma acusação de abuso sexual pegou seus fãs de surpresa. 

    O que aconteceu?

    Em junho de 2020, Elgort foi acusado de estupro por uma jovem que relatou o caso através do Twitter. Gabby, como ela se identificava na rede, revelou que conheceu o ator em 2014 no Instagram, mas que eles passaram a conversar por mensagens diretas no Snapchat e marcaram um encontro no qual Elgort teria abusado sexualmente dela. 

    "Eu fui abusada sexualmente dias depois de completar 17 anos de idade. Ele estava na casa dos 20. Ele sabia o que estava fazendo. Eu não estou postando isso para ganhar fama, porque eu simplesmente não me importo com isso. Estou postando para que eu possa finalmente me curar e porque sei que não estou sozinha e ele fez isso com outras garotas. Ansel Elgort abusou sexualmente de mim quando eu tinha 17 anos", diz um trecho do post publicado na época.

    Segundo a jovem, o ator sabia que ela era virgem mas insistiu na relação sexual mesmo quando ela afirmou que estava com dores.

    "Ao invés de me perguntar se eu queria parar de transar, já que ele sabia que era minha primeira vez e eu estava soluçando de dor e não queria fazer isso, as únicas palavras dele para mim foram 'precisamos arrombar você'. Eu não estava lá naquele momento mentalmente. Ele me fez pensar que é assim que sexo deveria ser", continuou ela. 

    Imagens publicadas por Gabby no Twitter mostram ela e o ator Ansel Elgort abraçados e um trecho da conversa dos doisReprodução / Twitter

    Dias após as acusações, Elgort usou seu Instagram oficial para se defender e afirmou que os eventos revelados por Gabby não aconteceram. Entretanto, ele admitiu ter sido imaturo e não ter lidado bem com o término da relação.

    "Fiquei angustiado ao ver os posts nas redes sociais sobre mim. Eu não posso alegar que entendo os sentimentos de Gabby, mas a sua descrição dos eventos simplesmente não é o que aconteceu. Eu nunca agredi e nunca agrediria alguém", começou ele em um texto via storys. 

    Na publicação, Elgort também relata que o relacionamento foi consensual e que ele jamais atacaria alguém.

    "O que é verdade é que em 2014, quando eu tinha 20 anos, Gabby e eu tivemos uma relação breve, legal e inteiramente consensual. Infelizmente, eu não lidei com o término bem. Eu parei de responder a ela, o que é uma coisa imatura e cruel de se fazer com alguém. "Olhando para trás e a minha atitude, eu me sinto enojado e extremamente envergonhado pela forma como agi.” explicou o astro. 

    Ansel Elgort em cena de 'Amor, Sublime Amor', longa indicado ao Oscar 2022Reprodução

    Logo após as acusações, Elgort se afastou das redes sociais e só voltou aos holofotes no final de 2021 com a estreia de  Amor, Sublime Amor, longa de Steven Spielberg indicado ao Oscar de Melhor filme neste ano. 

    Na trama, o americano interpreta o personagem Tony e atua ao lado de nomes como Ariana DeBose, Rita Moreno e Rachel Zegler. 

    Veja também: