cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Coreógrafo de cena de sexo? Conheça a nova profissão de Hollywood

    Coordenador de Intimidade é a carreira em alta na indústria do entretenimento
    Por Da Redação
    28/04/2021 - Atualizado há 20 dias

    Você sabia que as cenas de sexo de filmes e séries são coreografadas e que existe um profissional responsável por elas? É o coordenador de intimidade, cargo que está em alta na indústria do entretenimento. O título foi cunhado em 2019 pelo sindicato americano de atores e profissionais (SAG-AFTRA). De acordo com o instituto, os coordenadores de intimidade funcionam como um elo entre os atores e a produção e servem para estabelecer e defender parâmetros – e limites – em cenas de sexo e nudez, evitando assim situações de constrangimento e desconforto.  

    É verdade que, mesmo antes de 2019, já existia um cuidado e privacidade em filmagens com nudez ou sexo em muitas produções. Histórias de bastidores revelam que já era comum que cenas do tipo recebessem uma atenção maior nos ensaios. Além disso, em produções mais cuidadosas, o set era esvaziado na hora da “ação” e só as pessoas essenciais da equipe permaneciam no ambiente.  

    Cena de The AffairDivulgação

    Mas sabe-se que isso não foi suficiente, e surgiram muitos casos de atrizes que se sentiram abusadas ou negligenciadas no estúdio. Um dos exemplos mais recentes é o da atriz britânica Ruth Wilson, que protagonizou por anos a premiada série The Affair, do canal Showtime. Após deixar a produção, ela revelou ao Hollywood Reporter os motivos de sua saída: ambiente tóxico e o excesso de cenas gratuitas de sexo. Quando se recusou a gravar uma cena de estupro, teria virado persona non grata nos bastidores.  

    Continua após o anúncio
    Cena de The DeuceDivulgação

    Foi pensando em situações como esta que a atriz e diretora Alicia Rodis decidiu, em 2015, fundar o IDI (Intimacy Directors International). O projeto promovia treinos e workshops sobre como simular uma cena intima nos palcos ou nas telas da forma correta. Para Rodis, a coreografia de uma cena de sexo tem a mesma importância do treino para uma cena de luta. No entanto, seu projeto só estourou após a explosão do #MeToo, movimento que condenou dezenas de executivos de alto escalão do cinema por abuso sexual. Foi também quando o sindicato a procurou para oferecer apoio e envolvimento na causa.  

    O primeiro canal a incluir em suas produções a supervisão de um coordenador de intimidade foi a HBO, com a série The Deuce. A emissora contratou Alicia Rodis para ditar um novo ritmo nas cenas íntimas que eram bem comuns na série, cujo foco era a indústria pornográfica.

    Cena de BridgertonDivulgação

    Atualmente, muitos estúdios adotam a prática de incluir um profissional para supervisionar as cenas intimas. As séries Normal People (Hulu), Sex Education e Brigderton (ambas da Netflix) são algumas das produções que tiveram todas as cenas quentes supervisionadas e coreografadas. A estrela de Bridgerton, Phoebe Dynevor, confessou em uma entrevista para a revista americana US que se sentiu muito segura em ter este especialista trabalhando ao seu lado.