cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Crepúsculo é usado por psiquiatras para analisar comportamento de jovens

    Por Da Redação
    23/06/2010

    O caso de dois adolescentes problemáticos chamou atenção, durante meses, de dois psiquiatras da Faculdade de Medicina da Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. Onze médicos residentes e quatro psiquiatras se reuniram uma vez por semana para discutir os sintomas dos jovens.

    Durante essas reuniões, eles utilizaram personagens de filmes, como os da franquia Crepúsculo, para ajudar em seus estudos. Analisando as neuroses da popular saga, eles criaram a Terapia Bites, que foi apresentado na conferência da Associação Psiquiátrica Americana no mês de maio.

    Para os especialistas, Edward, um vampiro de 100 anos, mas com aparência e comportamento de um garoto de 17 anos, não tem um comportamento compatível à sua idade devido ao mau humor tipicamente adolescente.

    Já Bella (interpretada por Kristen Stewart), com tantos pensamentos negativos a respeito de si própria e sua disposição para se sacrificar pelos outros, leva a garota a uma relação perigosa. Plano de tratamento sugerido? Terapia Cognitiva-Comportamental para combater seus pensamentos automáticos negativos.

    Cada vez mais, os professores das escolas de medicina e institutos psicanalíticos estão usando a ficção e o cinema na sala de aula. "Os alunos das disciplinas de saúde mental às vezes podem aprender sobre o que significa o ser human, ao estudar os filmes e livros populares, como podem também aprender com uma sessão com um paciente", diz Glen Gabbard, professor de psiquiatria e de psicanálise do Baylor College of Medicine, em Houston.

    "Foi muito mais divertido do que sentar em uma palestra didática", disse o chefe dos residentes, Ashley Jones.

    O terceiro filme da saga Crepúsculo, Eclipse, chegará aos cinemas brasileiros no dia 30 de junho.