Crítica: Judy relembra o brilho e o talento natural de Garland

Cinebiografia estrelada por Renée Zellweger chegou aos cinemas nesta quinta (30)

30/01/2020 19h42

Por Thamires Viana

Judy: Muito Além do Arco-Iris chega aos cinemas nesta quinta-feira (30) contando a história real da vida de Judy Garland, atriz e cantora que marcou seu nome em Hollywood. Dirigido por Rupert Goold e estrelado por Renée Zellweger - que concorre à categoria de Melhor Atriz -, o filme é ambientado em 1968 quando a carreira da atriz já está em baixa.

Na trama, Judy aceita estrelar uma turnê em Londres, por mais que tal trabalho a mantenha afastada dos filhos menores, mas ao chegar ela enfrenta a solidão e os conhecidos problemas com álcool e remédios, compensando o que deu errado em sua vida pessoal com a dedicação no palco.

CONFIRA UM TRECHO DA CRÍTICA:

"Renée Zellweger - que concorre ao Oscar de Melhor Atriz pelo filme - dá um show de interpretação. Neste recorte da vida de Garland, a atriz embarca com maestria nas fragilidades físicas e emocionais de sua personagem. Evitando se basear somente nos fatos de vida de Judy, a atuação de Zellweger faz de Judy - Muito Além Do Arco-íris uma cinebiografia emocional com nuances que relembram o brilho e o talento natural de Garland."

CONFIRA A CRÍTICA COMPLETA CLICANDO AQUI

Veja também: A trágica história de vida de Judy Garland


Deixe seu comentário
comments powered by Disqus