cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Cusack critica a política de guerra norte-americana

    Por Da Redação
    24/01/2007

    Promovendo seu novo filme, Grace is Gone, no Festival de Sundance - que está sendo realizado no Estado norte-americano de Utah até domingo (28) -, o ator John Cusack (Procura-se um Amor - Que Goste de Cachorros) deixou clara sua posição em relação à ocupação norte-americana no Iraque desde 2003, especialmente em relação à quantidade de soldados que estão voltando para casa mortos, sem receber as homenagens militares.

    Em Grace is Gone, Cusack interpreta um pai que tem de lidar com a morte da esposa, enviada ao Iraque em serviço para o exército dos EUA no primeiro filme dirigido por James C. Strouse. Durante o festival, o ator admitiu que interpretar este personagem fez com que ele se sentisse mais sensibilizado ainda em relação à situação vivida pelos parentes e amigos de soldados que voltam ao lar dentro de sacos para cadáveres, sem qualquer tipo de homenagem por parte do governo norte-americano.

    "Este tipo de política é a mais covarde, rude e insolente que já vi na vida. Você acha que isso vai parar algo? Eles pensam que se não houver caixões ninguém descobrirá essas mortes?", disse o ator no último sábado (20), durante a pré-estréia do longa-metragem, que levou muitos espectadores às lágrimas.