cineclick-logo
    botão de fechar menu do cineclick
  • FILMES
  • NOTÍCIAS
  • CRÍTICAS
  • LISTAS
  • GAMES
  • © 2010-2021 cineclick.com.br - Todos os direitos reservados

    Daniel Filho diz que Confissões de Adolescente foi "viagem muito grande"

    Diretor recorreu a pesquisas para adaptar trama de filme à realidade dos jovens dos anos 2000
    Por Roberto Guerra
    06/01/2014
    Daniel Filho

    A relação de Daniel Filho com Confissões de Adolescente é longa. Começou quando assistiu à peça inspirada no best-seller da atriz Maria Mariana no início da década de 90. Seduzido pelo texto, comprou os direitos para transformá-lo em série de TV. Fora da Globo à época, investiu dinheiro do próprio bolso na produção de um piloto e recebeu recusas de todas a grandes emissoras do país – somente a TV Cultura apostou na proposta.

    "Perdi muito dinheiro. Quase tudo o que tinha ganhado quando saí da Globo foi embora. Por sorte, quando menos esperava, uns episódios foram parar na TF1 (Canal de TV francês) e eles não só compraram o seriado como encomendaram uma segunda temporada", revela o diretor.

    Por essa época o produtor já pensava em levar Confissões de Adolescente para a telona, mas escaldado pelos revezes com a série - e com o cinema nacional atravessando fase ruim -, desistiu da empreitada. "Vendi os direitos para um produtor que acabou não fazendo o filme. Naquela época não havia possibilidade, não havia cinema no Brasil. Era difícil fazer um programa de TV, quanto mais um filme."

    O longa não saiu do papel e os direitos caducaram. Há quatro anos Daniel retomou a rédeas do projeto ao lado de Cris D'Amato e agora leva às telas um Confissões de Adolescente atualizado para os dias de hoje, o que diz ter sido o maior desafio da produção. "Chegar à conclusão de que o filme deveria ser como está foi uma viagem muito grande. As gerações mudam, as coisas não são mais iguais. Tínhamos tantas dúvidas que contratamos uma empresa de pesquisa", conta.

    Além de levantar as expectativas do público adolescente atual, Daniel queria também satisfazer os espectadores que curtiram a série na década de 90. "Quis saber o que esperavam as pessoas que viram o seriado ou sabiam alguma coisa sobre ele. Baseado nas respostas da pesquisa fomos moldando o filme para atender os adolescentes de hoje e os antigos fãs".

    Confissões de Adolescentes
    Continua após o anúncio

    A versão televisiva de Confissões de Adolescente foi protagonizada por Maria Mariana, Daniele Valente, Georgiana Goés e Deborah Secco (as atrizes fazem participações especiais no longa), que interpretavam as quatro irmãs filhas do personagem de Luiz Gustavo. A trama tratava das dúvidas e dilemas típicos da fase entre os 13 e os 19 anos. No filme, as personagens são vividas pelas atrizes Sophia Abrahão, Bella Camero, Malu Rodrigues e Clara Tiezzi. No papel de pai, Cássio Gabus Mendes.

    Confissões de Adolescente acompanha os ritos de passagem enfrentados pelas irmãs Tina, Bianca, Alice e Karina. Quando o pai avisa que terão de se mudar do apartamento onde vivem por causa do aumento excessivo do aluguel, as meninas prometem economizar dinheiro e ajudar nas tarefas domésticas para tentar reverter a decisão. Enquanto enfrentam a possibilidade da indesejada mudança de endereço, cada uma vive drama comum à idade: o primeiro beijo, a primeira relação sexual, o primeiro emprego, o primeiro rompimento amoroso.

    Para Daniel, tratar da sexualidade dos jovens sem juízos de valor e rodeios era essencial para que o filme mantivesse a essência da série televisiva. A alternativa de deixar determinados temas comuns a essa fase da vida de fora nunca foi uma opção. "Se você censura você não tem uma relação. Se a gente está ali para falar de adolescentes não podemos não falar as verdades sobre eles, fugir da realidade que vivem. Não havia assunto proibido. A censura foi zero", afirma.

    Ao custo total de R$ 5,9 milhões, Confissões de Adolescente estreia e todo o país nesta sexta-feira (10/1). Além da participação especial das atrizes protagonistas da série, o filme conta ainda com pontas dos galãs Thiago Lacerda e Caio Castro.